Trump pressiona Senado a favor das “prioridades” migratórias dele

Foto3 Donald Trump 1024x803 Trump pressiona Senado a favor das prioridades migratórias dele
Trump concedeu até 5 de março para que os legisladores apresentem uma solução definitiva para o “Deferred Action for Childhood Arrivals (DACA)”

O Presidente adiantou que não assinaria nenhuma proposta que não inclua a construção de um muro na fronteira com o México

O Presidente Donald Trump enviou uma mensagem ao Senado com relação à imigração: Aprove uma proposta baseada nas prioridades dele. Ele agradeceu o Senador Chuck Grassley (R-Iowa) por apresentar um projeto de lei parecido com a postura migratória adotada pela Casa Branca.

A proposta de Grassley permitiria a possibilidade de adquirir a cidadania americana para até 1.8 milhão de jovens indocumentados que imigraram aos EUA ainda na infância. Além disso, ela injetaria US$ 25 bilhões na segurança das fronteiras do país, restringiria a imigração tendo como base os laços familiares e cancelaria a Loteria do Green Card. Trump adiantou que uma lei sem essas prioridades, nas palavras dele, não “proporcionariam segurança e prosperidade à população americana”.

Trump acrescentou querer que os legisladores se opusessem a qualquer “solução de curto prazo”. Ele adiantou, através de postagem no Twitter, que não assinaria nenhuma proposta que não inclua a liberação de verba para a construção de um muro na fronteira com o México. Ele planeja atrelar essas prioridades à discussão sobre o futuro do “Deferred Action for Childhood Arrivals (DACA)”; o programa que protege da deportação os jovens indocumentados trazidos aos EUA ainda na infância.

O debate no Senado sobre a reforma migratória começou na terça-feira (13), mas os líderes enfrentam impasse sobre como seguir adiante.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend