“Um monstro me levou”, disse menina molestada por imigrante

Foto11 Humberto Guzman Garcia  “Um monstro me levou”, disse menina molestada por imigrante
Humberto Guzman Garcia sequestrou a menina de 4 anos de idade na madrugada de domingo (10)

Humberto Guzman Garcia é acusado de sequestro, agressão indecente com agravantes e tentativa de estupro

Uma menina de 4 anos que foi sequestrada na casa onde mora na Pensilvânia de madrugada e abusada sexualmente disse aos investigadores que “um monstro me levou”. Humberto Guzman Garcia é acusado de sequestrar a vítima às 3:30 am, no domingo (10), na cidade de Avondale (PA). As informações são do canal de TV local WPVI-TV.

“A menina, quando nós falamos com ela, disse-nos que um monstro veio e a levou para fora da casa”, disse o Promotor Público Thomas Hogan, do Condado de Chester.

Humberto e a vítima não se conheciam.

“Esse crime representa o pior pesadelo que todos os pais podem ter”, acrescentou Hogan na quinta-feira (14) ao anunciar a prisão de Garcia, segundo o canal de TV Fox 43 Harrisburg. “Um monstro aparece à noite, sequestra sua filha e a molesta sexualmente. Esta é a prova de que o mal existe no mundo”.

A polícia informou que Humberto agarrou a menina quando ela o ouviu bater na porta da frente da casa. “Porque ela era tão pequena, somente conseguiu abrir a fechadura de baixo. Ela abriu a porta, o perpetrador conversou com ela rapidamente pelo vão da porta e, naquele momento, conseguiu soltar a corrente e levou a menina da residência”, detalhou o patrulheiro Stefano Gallina, da Polícia Estadual da Pensilvânia.

Os pais da menina foram à procura dela quando sentiram falta da filha.

Enquanto procurava no quintal, o pai da vítima encontrou Humberto segurando a menina, conforme o canal Fox 43. Ele disse à polícia que Garcia tinha as calças compridas arriadas e a calcinha da criança estava na grama.

O acusado, então, fugiu, mas os patrulheiros o encontraram escondendo-se no interior de um carro quebrado. Ele foi acusado de sequestro, agressão indecente com agravantes, tentativa de estupro, entre outras acusações.

O canal de TV local KYW informou que Humberto é natural do México e vive legalmente nos EUA.

 

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend