Velho demais para o DACA, “Dreamer” é deportado

Foto25 Jorge Garcia  Velho demais para o DACA, “Dreamer” é deportado
Jorge Garcia abraça a esposa e os dois filhos, antes de ser deportado (Foto: Leicester Post)

Jorge Garcia, de 39 anos, vivia há 3 décadas nos Estados Unidos

Com dois agentes do Departamento de Imigração (ICE) por perto, Jorge Garcia, de 39 anos, abraçou a esposa e os 2 filhos antes de ser embarcado  num voo com destino ao México, no Aeroporto Metropolitano de Detroit, Michigan. A esposa e a filha de 15 anos soluçavam em seus braços. Já o filho de 12 anos não demonstrava emoção. Garcia se manteve silencioso. Instantes depois, o profissional de jardinagem que residia na cidade de Lincoln Park (Mich.), na segunda-feira (15), ele deixaria o país em que viveu nos últimos 30 anos.

Jorge foi trazido aos EUA por um parente indocumentado quando tinha 9 anos, segundo o jornal Detroit Free Press. Ele lutava contra uma ordem de deportação desde 2009, que foi suspensa durante a administração Obama enquanto a família dele tentava formas de legaliza-lo. Entretanto, após a posse do Presidente Donald Trump em janeiro desse ano, isso não foi mais possível.

“É simplesmente um pesadelo”, disse Cindy Garcia, esposa de Jorge. “Você sequer consegue traduzir isso com palavras”.

A deportação de Garcia o transformou no exemplo mais recente daquilo que os críticos de Trump consideram a perseguição cruel e excessiva dos imigrantes indocumentados. Ele e a esposa, cidadã americana e operária de fábrica aposentada, se conheceram em Detroit e casaram há 15 anos. Quando eles tentaram legaliza-lo em 2005, o caso resultou na emissão de uma ordem de deportação. Cindy detalhou que o marido realizava visitas de rotina ao escritório do ICE, nunca saiu da cidade onde morava sem pedir permissão e, aparentemente, não possuía antecedentes criminais.

Jorge era velho demais para ser beneficiado pelo Deferred Action for Childhood Arrivals (DACA), um programa que protege da deportação os imigrantes indocumentados trazidos aos EUA ainda na infância. Os indocumentados que tinham menos de 31 anos até 15 de junho de 2012 podiam aplicar para o DACA. Em novembro, depois da última visita ao ICE, ele foi informado que teria que deixar o país e a data limite foi segunda-feira (15).

“Isso afeta 11 milhões de outras pessoas”, desabafou Cindy. “Entretanto, pelo menos eu posso aparecer e contar a minha história, pois sou cidadã dos EUA e não tenho que me esconder em nenhuma sombra”.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend