Vítimas de fraude migratória correm risco de deportação

Foto8 Predio do USCIS Vítimas de fraude migratória correm risco de deportação
O Departamento de Cidadania & Serviços Migratórios (USCIS) emitiu um alerta para evitar os golpes migratórios mais comuns

O USCIS emitiu um alerta para evitar os golpes migratórios mais comuns, entretanto, que podem ter consequências desastrosas

Imigrantes legais ansiosos com relação ao endurecimento das leis nos EUA correm o risco de se tornarem vítimas perfeitas para fraudadores que visam tirar vantagem daqueles envolvidos nos complicados procedimentos migratórios. Alguns dos lesados nesses esquemas ilegais podem simplesmente perder muito dinheiro. Entretanto, para outros pode ser até muito pior, pois podem se envolver em problemas e até entrarem em processo de deportação.

O Departamento de Cidadania & Serviços Migratórios (USCIS) emitiu um alerta para evitar os golpes migratórios mais comuns, porque conselhos errados na preparação da papelada migratória podem ser prejudiciais.

. Loteria do Green Card:

O registro para o “Diversity Immigrant Visa Program” (DV), conhecido popularmente como “Loteria do Green Card” e administrado pelo Departamento de Estado, é grátis. A data para o recebimento das aplicações para o Ano Fiscal de 2020 ainda não foi anunciada. O Governo dos EUA nunca envia e-mails anunciando os sorteados na loteria, portanto, qualquer comunicação desse tipo é fraude. As instruções para aplicar para a loteria e verificar os sorteados de 2018 e 2019 podem ser verificados online.

. Telefonemas ou pagamentos eletrônicos:

Os imigrantes que, por ventura, recebam notificações por telefone exigindo o pagamento de tarifas para processar as aplicações estão sujeitos à fraude. O USCIS não aceita pagamentos através de remessas pela Western Union ou Pay Pal e nunca exige pagamentos de tarifas por telefone ou e-mail. O USCIS aceita agora pagamentos com cartões de crédito/débito e cobra a tarifa de US$ 41 somente através do portal MyUSCIS, o qual provê uma conta personalizada para cada usuário. Todos os outros pagamentos devem ser efetuados com Money Orders ou cheques bancários emitidos por uma instituição financeira nos EUA.

O cancelamento do “Status de Proteção Temporária” (TPS) pela administração Trump que beneficia os imigrantes naturais de Honduras, El Salvador, Haiti e Nicarágua fez com que algumas famílias caíssem em desespero e insegurança. O prazo para a renovação do TPS já expirou e, portanto, os imigrantes não precisam enviar ou pagar por nenhuma papelada.

. Notário x advogado:

Um dos grandes erros que os imigrantes cometem é buscarem os serviços de notários (notary public, em inglês), conhecidos como “notários públicos” em espanhol, pois na maioria dos países da América Latina eles possuem credenciais legais e também são equivalentes a “advogados”. Entretanto, nos EUA, “notário público” não é um advogado de imigração. O USCIS alertou que o “notário público” não está autorizado a prover nenhum serviço relacionado à imigração. A página online da “American Immigration Lawyers Association” oferece informações sobre os advogados de imigração credenciados.

Todos os formulários para procedimentos migratórios podem ser baixados online gratuitamente. O USCIS alerta que todas as páginas eletrônicas dos órgãos governamentais terminam com a extensão “gov”. Exemplo: www.uscis.gov.

 

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend