Cream Cracker – da série “Consertando o mundo”

Eu não tenho culpa pelos erros cometidos por nossos ancestrais. Nem você. Mesmo assim, cheguei à conclusão que alguém tem que fazer alguma coisa. O mundo está do jeito que está porque ninguém se mexe. Nos acomodamos assistindo aos piores equívocos sendo repetidos e repetidos através dos séculos. Precisamos aprender com os erros e ter coragem de mudar.

Por isso tomei a iniciativa de começar a consertar o mundo. Minha primeira atitude será estabelecer uma nova medida para o biscoito Cream Cracker.

O tamanho padrão desse biscoito, que virou uma referência mundial, é 7cm x 7cm. Um absurdo se levarmos em consideração que o tamanho médio normal de uma boca aberta é de 5 cm. Ou seja, o biscoito não cabe na boca. É preciso morder um dos cantos para só então ter acesso ao que interessa e conseguir engolir o objeto, quer dizer, o alimento.

Pense bem, estamos falando de alimentação, uma das necessidades básicas do ser humano. Se coisas fundamentais como essa não estão corretas, como é que o mundo vai andar pra frente?

Não sei quem inventou o biscoito Cream Cracker. Ou era um sujeito descomunal, um gigante, ou um desmiolado. Se era para entrar na boca, porque não medir os fatores envolvidos? É como se você fosse a um alfaiate e o cara resolvesse fazer o terno ao bel-prazer, sem tomar suas medidas. Se é pra encaixar, temos que medir. Para isso inventaram a régua.

Minha proposta é transformar o tradicional quadrado de farinha de trigo em um retângulo de 7cm x 3cm. Ou seja, mantemos o comprimento e estabelecemos uma largura compatível com os padrões bucais do ser humano. Um biscoito mais fino, mais elegante e funcional. Poderemos comer em público sem deixar cair farelos. Principalmente nós, que nos aproximamos rapidamente da 3a idade.

O tamanho do biscoito Cream Cracker é um dos maiores erros da humanidade. É a principal causa de depressão em idosos, pois deixar cair migalhas e farelos sobre o roupão é quase tão ridículo quanto babar na gravata. E mais, segundo um grupo de pensadores radicais, a medida equivocada do biscoito também seria a responsável por aquele Campeonato Brasileiro que roubaram do Internacional. Não sei.

Mas a partir de agora você pode ficar tranqüilo. Entrei em ação. Vou começar a consertar o mundo.

Related posts

Comentários

Send this to a friend