Quem vai avisar a Verinha?

111 Quem vai avisar a Verinha?– Verinha, a vó morreu. Tinha tido uma melhora ontem de madrugada, mas umas horas depois deu outra falência renal e dessa vez não resistiu.
– O que é isso, trote? Com identificador de chamada, precisa muita coragem pra fazer isso, ainda mais num horário desse. Vou te pegar, deixa ver aqui no visor…
– Alô, tá me ouvindo?
– Caramba, o pior é que não aparece número nenhum na tela do celular! Mas a voz é igualzinha à do Camilo… Teve infância não, maninho?
– Verinha, é sério. Vai cair a última ficha, e já tem gente bufando atrás de mim, esperando na fila pra usar o orelhão.
– Camilo, para de brincadeira mórbida, a vó morreu em 85 mas pode muito bem voltar pra te puxar a perna! Ou no caso a orelha, porque isso é coisa de moleque, né?
– Então, sua débil mental, a gente por acaso tá em que ano? Parece até que viajou pra 2020, sei lá. Bebeu, fumou maconha mofada, o que acontece??? Meu Deus, eu saio da aula do cursinho pra te avisar e você fica que nem uma retardada aí do outro lado!
– Ah, beleza. O doutor desembargador voltou pro cursinho pra prestar Direito. Agora chega vai, eu tenho serviço, não tô com a vida ganha que nem você. O funcionalismo em Brasília deve estar em greve, não é possível. Ou então você tirou licença-prêmio de novo e não tem o que fazer em casa.
– A enfermeira da UTI disse que vão liberar o corpo às nove e quinze, e o velório…
– Tá, e você vai chegar lá no velório de fusca azul, aquele com câmbio de caranguejo, acertei?
– E eu tenho outro, por acaso? Olha, vai cair a última ficha, mana. Fala coisa com coisa, eu preciso desligar. Respeita a vó, por favor.
– Hahahahaha, fica assim então, querido. Depois que acabar o capítulo do “Roque Santeiro” eu passo por lá. Pode me esperar.
(dim-dom da campainha)
– Telegrama pra senhora.
– Telegrama??? Combinou a sacanagem com o meu irmão, seu carteiro? Ah, entendi, pra ver se salva a estatal falida vocês agora partiram pro segmento de pegadinhas. Tá certo…
– Olha, é urgente. Melhor a senhora abrir.
(abre o telegrama)
Verinha (vg) nossos sentimentos falecimento Dona Matilde (pt). Lamentável perda (pt)

Related posts

Comentários

Send this to a friend