Os meninos e o carrão

carrao 300x200 Os meninos e o carrão“Tamanho não é documento”; “Não é tamanho de porco que dá toucinho”; “Quanto maior o pau, maior o tombo” ou “Os melhores perfumes estão nos menores frascos”, são ditos populares em defesa dos baixinhos.

Baixinhos que são eternamente gozados pela estatura: “Tamborete de forró”, “Pintor de rodapé”, ou “Agente do FBI (Federação dos Baixinhos Invocados)” são, por exemplo, duas expressões com as quais os baixinhos brasileiros aprenderam a conviver.
Em Almenara, no Vale do Jequitinhonha, mora um cidadão que, o que Deus foi pão-duro para lhe dar altura, compensou em inteligência e bondade. Estou falando do Dr. Carmosino, conceituado advogado, fazendeiro e excelente figura humana, admirado por todos na região. Seus filhos, Rosana, Méia e Fúlvio, são bastante altos. Herdaram da mãe a altura e do pai a inteligência. As meninas herdaram a beleza da mãe, são lindas. Fúlvio é um dos batalhadores do movimento cultural do Vale.
Eu já havia conversado duas ou três vezes com o Dr. Carmosino, mas foi no segundo aniversário de Naiara, filha do grande menestrel Rubinho do Vale, que eu conversei um tempo maior com ele. E descobri com Dr. Carmosino, um lado que eu não conhecia: é um grande contador de casos. Naquela oportunidade contei também alguns casos e, deixei um na algibeira, que não tive coragem de contar porque tinha acontecido com ele. Mas agora, que a sua filha Rosana falou que pode contar, eu conto.
Há muitos anos Dr. Carmosino, que ostentava um vasto bigode, comprou um grande carro. Um daqueles rabo-de-peixe, de fazer inveja a qualquer motorista. E com esse carro, único em Almenara, ele foi visitar seus parentes na vizinha cidade de Rubim, sua terra natal. Em lá chegando, ao descer a Rua Caetés, a meninada de Rubim saiu correndo atrás do carro. Ele ia dirigindo devagar, cumprimentando as pessoas, e a meninada atrás do carrão só aumentava. Em frente a casa de dona Vina Costa, ele estacionou a máquina maravilhosa e constatou que, pelo menos uns trinta meninos estavam ao redor do carro. Dr. Carmosino, receoso talvez que algum dos moleques pudesse arranhar o seu carro, ou sem entender a razão de tanto menino em volta dele, pergunta sorridente: “O que foi meninada? Será que nunca viram um carro igual a esse?” Os meninos sorriram muito e, antes que Dr. Carmosino descesse do carro, um deles respondeu: “Carro desses nós já viu. Nós nunca viu foi menino de bigode”.

Related posts

Comentários

Send this to a friend