Vias de acesso ao cérebro

lair Vias de acesso ao cérebroMedos, traumas e ansiedades não caí­ram do céu nem nasceram com você. Eles passaram a fazer parte da sua estrutura psicológica, independentemente da sua vontade. Hoje, porém, você pode libertar-se deles cons­cien­te­mente.

Entendendo como funciona o cére­­bro e utilizando as técnicas apro­priadas, você é capaz de recriar a própria vida. Para isso, é im­por­tante você entender que o cé­re­bro tem três vias de acesso: a visual, a auditiva e a cinestésica.

Cada coisa entrou no seu cérebro por uma via, e se você quiser modificar alguma delas, será mais bem-sucedido se utilizar a mesma via de entrada.

Um medo de errar que sempre se manifesta como uma voz interior dizendo: “Cuidado. Você não é capaz e pode errar!”, significa que a via pela qual esse medo se instalou foi a auditiva.

Se, em vez disso, você vê o rosto do professor de matemática dizendo que você nunca vai progredir na vida porque não sabe lidar com números, é sinal de que o medo foi instalado pela via visual.

Entretanto, se as lembranças vêm à sua mente na forma de sensações cor­porais, geralmente acompanhadas de alguma das duas vias anteriores, então esse medo instalou-se pelo canal cinestésico.

Para você entender bem esse processo, pense numa composição química. Pense na água, por exemplo, que é composta de duas partes de hidrogênio e uma de oxi­gênio. Com os nossos sentimentos é a mesma coisa, eles são compostos de moléculas emocionais; cujos átomos são:

V: Visual

A: Auditivo

C: Cines­tésico

Sabendo disso, daqui para a frente você vai conhecer-se um pouco mais, sabendo a origem de tudo o que se encontra na sua estrutura psicológica e, conseqüentemente, podendo cuidar melhor da sua auto-estima.

 

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend