Atropelados, brasileiros são vítimas de “fúria no trânsito” em MA

Foto19 Luana Moretao e Arthur Lage Atropelados, brasileiros são vítimas de “fúria no trânsito” em MA
Arthur Lage e Luana Moretão foram atropelados por Jakyrah Pires, de 21 anos (Foto: Jehozadak Pereira)
Foto19 Jakyrah Pires Atropelados, brasileiros são vítimas de “fúria no trânsito” em MA
A motorista Jakyrah Pires, de 21 anos, deverá retornar à Corte Distrital de Malden (Foto: WHDH)

O casal Arthur Lage e Luana Moretão foram atropelados por uma motorista furiosa em Everett (MA)

Na tarde de terça-feira (18), o casal de namorados Arthur Lage e Luana Moretão foram vítimas de uma motorista enfurecida que os atropelou quando os brasileiros andavam de patinetes elétricos em Everett (MA). O capitão do Departamento de Polícia de Everett, Paul Landry, informou que as vítimas andavam de patinetes ao longo da Broadway, às 4:30 pm, quando foram atingidas por um veículo que vinha atrás. Ambos caíram no capô do carro, mas a motorista, identificada como Jakyrah Pires, de 21 anos, moradora em Cambridge (MA), seguiu em frente. As informações são dos canais de TV CBS, Boston 25 News e WHDH.

Paul detalhou que Arthur ficou no capô do veículo por aproximadamente 30 jardas (27 metros) até cair no asfalto e já Luana ficou no capô por cerca de 100 jardas (91 metros). Um motorista que testemunhou o incidente telefonou para a polícia e seguiu o carro de Pires, que fugiu do local. Agentes da Polícia Estadual localizaram o veículo no estacionamento de uma filial da rede de mercearias Wegmans, na Mystic Valley Parkway e prenderam a motorista.

“O namorado gritava na rua; ele estava chorando. Ele estava assim, ‘meu Deus, eles levaram a minha namorada”, relatou Nathan St. Fort Colin, uma testemunha.

Asaad Alsaray viu o incidente ocorrer no interior de seu veículo. “Eu estou cansado de ver isso o tempo todo; fugir do local do acidente. Então, eu disse: Tenho que pegá-la”, disse ele, seguindo Pires durante várias milhas, fazendo com que a polícia conseguisse localiza-la e efetuar a prisão.

“Ei disse para ela parar. Ela respondeu, ‘por que você está me seguindo?’ Eu disse a ela, ‘você acertou as pessoas, fugiu e isso não é a coisa certa a fazer’. Ela não se importou e continuou dirigindo”, comentou Asaad.

O advogado de Jakyrah alegou que a cliente dele temia pela própria segurança depois que o dono do patinete começou a socar o carro dela. Ela alegou inocência com relação às acusações de agressão com arma letal (carro), deixar a cena de local com ferimentos físicos e dirigir de forma perigosa. O juiz determinou que ela não dirigisse e deverá retornar à Corte Distrital de Malden em 25 de outubro.

Apesar do susto, Arthur e Luana sofreram ferimentos leves e não correm risco de morte. Eles foram levados ao CHA Everett Hospital relataram que estavam trafegando no sentido sul da Broadway quando uma motorista atrás deles, posteriormente identificada como Pires, enfureceu-se porque o casal estava lento demais e não seguiam na pista para bicicletas, disse a polícia de Everett. Ela então empurrou com o carro as costas de uma das vítimas. O casal detalhou que seguiu em frente, mas Pires acelerou e os atingiu, fazendo com que eles caíssem no capô do veículo.

O Departamento de Polícia de Everett, auxiliando a Polícia Estadual de Massachusetts, prendeu Jakyrah depois que ela teria tentado esmurrar um policial. Ela pagou fiança e foi liberada.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend