Brasileira desaparecida em Newark é encontrada em Nova York

Foto10 Giovanna Decanio 2 Brasileira desaparecida em Newark é encontrada em Nova York
Giovanna Decanio estava desaparecida desde a manhã de quinta-feira (5) e foi encontrada na tarde de domingo (8)

Giovanna Decanio foi reconhecida nas imediações da Penn Station de Nova York por uma pessoa que acompanhava o caso pelo Facebook

Na tarde de domingo (8), terminou em final feliz o drama vivido por Mônica Carioca, moradora em Newark, cuja filha, Giovanna Decanio, de 16 anos, fugiu da escola e estava desaparecida desde a manhã de quinta-feira (5). Na manhã de segunda-feira (9), Mônica relatou à equipe do BV que a adolescente foi vista por uma pessoa que acompanhava a busca pelo Facebook nas imediações da Penn Station de Nova York. A pessoa abordou a jovem e mostrou-lhe no telefone celular que sua mãe a procurava em New Jersey. Utilizando o mesmo aparelho, Giovanna enviou uma mensagem à Mônica pedindo-lhe desculpas e informando que, se fosse perdoada, voltaria para casa. O reencontro entre mãe e filha aconteceu no mesmo dia.

Mônica relatou ao BV que a jovem havia perdido muito peso e que aparentava estar bastante deprimida. Ela acrescentou que Giovanna receberá auxílio psicológico e agradeceu a todos os amigos pelo apoio nas redes sociais e pelas orações. Ela evitou detalhar o caso, pois deseja manter a privacidade da família.

. Entenda o caso:

Na manhã de quinta-feira (5), Mônica Carioca, como é conhecida popularmente na comunidade brasileira em Newark, recebeu às 8:30 da manhã um telefonema da escola que é o pesadelo de todas as mães: Sua filha adolescente Giovanna Decanio, de 16 anos, havia fugido da sala de aula, na Great Oaks Charter School, na 17 Crawford St., saído pelas portas dos fundos e desaparecido. Na ocasião, a jovem trajava o uniforme da escola e uma jaqueta branca.

Desesperada, Monica acionou a polícia e recorreu às redes sociais na esperança de encontrar a filha o mais breve possível. Em entrevista à equipe de reportagem do BV, na sexta-feira (6), ela relatou que recentemente a jovem apresentava comportamento rebelde e passou a tirar notas baixas nas provas.  No dia em que a filha desapareceu, ela iria à escola mais tarde para conversar com a direção e expor o problema.

Ela detalhou que morou 8 anos em Newark, antes de mudar-se com Giovanna para a Flórida, mas regressaram à cidade há 3 meses. Mônica, que trabalha na limpeza de casas, acrescentou que a filha nasceu no Rio de janeiro e vivia nos Estados Unidos há 4 anos. Ela possui outra filha mais nova que ainda mora no Brasil.

“Os jovens não nos escutam. Nós somos os últimos a ser ouvidos”, disse ela na ocasião.

. Outra brasileira desaparecida:

Outra família brasileira em Massachusetts vive um drama parecido pelo vivido por Mônica em New Jersey. A adolescente Gabrielle Alves, de 15 anos, moradora na cidade de Revere (MA), desaparecida desde 29 de dezembro, pode estar em companhia do namorado, Kyle Ward, de 18 anos, residente em Laconia (NH). Desde a tarde de 29 de dezembro, os pais de Gabrielle Alves, de 15 anos, natural de São Paulo, moradora em Revere (MA), buscam por seu paradeiro. Através de uma postagem no Facebook, a mãe da jovem, Dayanna Alves, relata que a filha foi vista pela última vez na cidade onde reside com a família.

Os pais de Gabrielle já notificaram a polícia local e os detetives responsáveis pelo caso pediram a ajuda da população na localização da jovem. Qualquer informação que leve ao paradeiro de Gabrielle Alves pode ser enviada ao Sargento Bruzzese através do tel.: (781) 286-3558.

 

Sobre o autor

O jornalista Leonardo Ferreira é formado em Comunicação Social pelas Faculdades Integradas Hélio Alonso – FACHA, sediada no Rio de Janeiro - RJ.

Related posts

Comentários

Send this to a friend