Brasileiro é acusado de esfaquear colega de trabalho em restaurante

Foto27 Rogerio SilvaThomaz dos Reis 1024x639 Brasileiro é acusado de esfaquear colega de trabalho em restaurante
Rogério Silva Thomaz dos Reis (foto) e Rogério Teixeira comparecerão à audiência preliminar na segunda-feira (27) (Foto: Facebook)

Rogério Silva Thomaz dos Reis foi preso sob a acusação de tentativa de homicídio

O lava-pratos Rogério Silva Thomaz dos Reis, de 18 anos, morador em Massachusetts, enfrenta a acusação de tentativa de homicídio, entre outras, devido à uma briga na cozinha de um restaurante na cidade de Peabody (MA). O incidente ocorreu aproximadamente à 1:20 da tarde de domingo (19), no Century House Restaurant, na Andover St., informou a polícia local. Durante a briga, o brasileiro teria esfaqueado no abdômen um colega de trabalho de 52 anos. A vítima foi levada ao Hospital Geral de Massachusetts, onde se encontra em condição estável. As informações são dos jornais Boston Herald e Boston Globe.

Rogério foi preso e agora enfrenta diversas acusações, entre elas agressão com o objetivo de matar. O pai do jovem, Rogério Teixeira, de 54 anos, foi acusado de tentar ajudar o filho após o ataque. Ambos moram em Peabody e exerciam a função de lava-pratos no restaurante.

As autoridades locais detalharam estavam “investigando o relacionamento entre os envolvidos e as circunstâncias que levaram ao incidente”. Todos os três envolvidos são trabalham no restaurante. O Century House não deu declarações à imprensa local.

Reis, que mora na Tremont St., foi localizado e preso ainda na tarde de domingo (19), às 3:29 pm, sob as acusações de agressão com o intuito de matar, ataque e agressão com uma arma perigosa (faca) e agressão com uma arma perigosa. Já Teixeira foi detido sob a acusação de ajudar o jovem após o incidente. Ambos os acusados estão agendados para comparecerem à audiência preliminar na Corte Distrital de Peabody, na segunda-feira (27).

Os agentes responsáveis pela investigação são o Capitão Scott Wlasuk, o Sargento Brendan O’brien, o detetive Robert Church, os policiais David Bettencourt, Daniel Jenkins, Henry Breckenridge, Javier Sanchez, Andrew Long, Cory Salvo e o cão farejador (K9) Caine.

. Ataque fatal na cozinha:

Outro incidente envolvendo um brasileiro e ataque com faca ocorreu esse ano também em Massachusetts. No final de outubro, o auxiliar de cozinha Jaquan Huston, de 25 anos, acusado de esfaquear fatalmente o colega de trabalho Elivelton Dias, de 38 anos, foi considerado culpado e sentenciado à prisão perpétua. O réu e a vítima trabalhavam no restaurante P.F. Chang’s, na região metropolitana de Boston (MA), quando Huston golpeou Dias pelas costas com uma faca afiada de preparar sushi, em agosto de 2015. Logo após o ataque, o assassino fugiu do restaurante, mas foi preso posteriormente no interior de sua residência. O crime foi testemunhado por outros colegas de trabalho na cozinha.

Durante a audiência preliminar, os promotores públicos revelaram que Huston disse às autoridades ter pensado que Dias, natural de Mendes Pimentel (MG), o ameaçava em espanhol, portanto, o golpe com a faca foi em legítima defesa. Os promotores rebateram a alegação detalhando que Elivelton era um imigrante brasileiro, portanto, falava português e não espanhol. O réu assumiu a culpa após aceitar o acordo que determina que ele cumpra prisão perpétua com a possibilidade de liberdade condicional depois de 20 anos. Conforme o escritório da Promotoria Pública Distrital, se o caso fosse a julgamento, os promotores teriam apresentado provas que Jaquan havia esfaqueado Elivelton “sem provocação”.

“Esse foi o assassinato frio de um homem inocente”, Jonathan Blodgett, promotor público do Distrito de Essex. “Elivelton Dias era um homem trabalhador que imigrou para esse país em busca de oportunidade e distância da violência em seu país natal, Brasil. Que a vida dele tenha sido tirada por um ato de violência sem sentido poucas semanas de ele ter sido pai pela primeira vez vai muito além do trágico”.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend