Brasileiro é detido pelo ICE após ser preso por fazer “gato”

Foto3 Rodrigo C. Costa Brasileiro é detido pelo ICE após ser preso por fazer “gato”
Rodrigo C. Costa foi detido por agentes do ICE depois que pagou fiança e foi liberado da Delegacia de Polícia de Framingham, ainda no sábado (4) (Foto: FPD)

Rodrigo C. Costa é acusado de uso impróprio de eletricidade e destruição maliciosa de propriedade avaliada em mais de US$ 250

Na noite de sábado (4), agentes do Departamento de Polícia de Framingham, Massachusetts, prenderam Rodrigo C. Costa, de 37 anos, natural de Governador Valadares (MG), informaram as autoridades. Ele é acusado de fazer uma ligação elétrica clandestina no apartamento onde mora, depois que teve a eletricidade cortada. O “gato” teria provocado um incêndio no medidor de eletricidade. No dia, agentes do corpo de bombeiros e da polícia foram ao Pondview Apartments, na 40 Cochituate Road, após serem comunicados de um incêndio na sala de máquinas do condomínio, conforme o boletim de ocorrências (BO) apresentado na Corte Distrital de Framingham.

“Após observar os medidores de eletricidade, eu pude ver que dois relógios haviam sido removidos e que havia marcas de queimaduras onde eles costumavam ficar”, escreveu a polícia no BO.

Um morador no prédio disse ao policial que um residente do apartamento 3, posteriormente identificado como sendo Rodrigo, havia retirado os relógios. O agente também escreveu no BO que havia fios que saíam dos medidores até o apartamento. Os policiais, temendo que o brasileiro tivesse sido eletrocutado, forçaram a porta do apartamento depois que ninguém atendeu a porta. Quando os agentes entraram, eles encontraram ferramentas e os relógios sobre a mesa. Além disso, eles encontraram um aviso de corte de eletricidade emitido pela companhia elétrica datado de 12 de julho. Os policiais escreveram no BO que, aparentemente, Rodrigo tentava obter eletricidade grátis (gato).

Os agentes tentaram diversas vezes contatar o suspeito, mas não conseguindo encontra-lo. Eles obtiveram uma ordem de prisão e o prenderam no próprio apartamento no sábado (4). As autoridades acusaram Costa de uso impróprio de eletricidade e destruição maliciosa de propriedade avaliada em mais de US$ 250.

Rodrigo foi agendado para comparecer à audiência preliminar na Corte Distrital de Framingham na segunda-feira (6). Entretanto, depois que pagou fiança e foi liberado da Delegacia de Polícia de Framingham, ainda no sábado (4), agentes do Departamento de Imigração (ICE) o prenderam tendo como base um mandado de detenção emitido em 2009. Em decorrência disso, as autoridades não informaram quando ele comparecerá ao tribunal em Framingham.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend