Democratas rejeitam proposta que condiciona DACA a muro na fronteira

Foto26 Donald Trump Democratas rejeitam proposta que condiciona DACA a muro na fronteira
A administração Trump tenta incluir no pacote orçamental a verba inicial para a construção de um muro na divisa dos EUA e México

O Congresso tem até à meia-noite de sexta-feira (23) para votar no pacote orçamentário nacional

Na segunda-feira (19), congressistas democratas em Washinghton-DC rejeitaram a proposta apresentada pela Casa Branca em estender a proteção dos “Dreamers” em troca da liberação de US$ 25 bilhões para patrocinar a construção do muro do Presidente Trump na fronteira com o México. O impasse ocorreu quando o Congresso discutia a aprovação do orçamento nacional de US$ 1.3 trilhão.

As discordâncias ainda envolvem o cumprimento das leis migratórias e a liberação de parte da verba para a construção do muro, assim como o projeto da construção de um novo túnel sob o rio Hudson que ligaria New Jersey à Nova York. A oposição à construção do túnel tem provocado atrito entre Trump e seu adversário democrata mais poderoso, o líder da minoria no Senado, Chuck Schumer, de Nova York.

Democratas e republicanos pressionaram a favor de um acordo na noite de segunda-feira (19), o qual permitiria a votação pela Câmara dos Deputados na quarta-feira (21). A votação deve ocorrer até a meia-noite de sexta-feira (23) para evitar que o Governo pare.

A proposta bipartidária está repleta de vitórias políticas para ambos os partidos. Os republicanos e Trump conquistaram o aumento do orçamento para o Pentágono, enquanto os democratas obterão verba para a infraestrutura, a crise dos derivados de ópio e uma gama ampla de programas domésticos. Apesar de grande parte dos temas que necessitam de verba ter sido acordada, brigas envolvendo um número de políticas “caronas”, ou seja, foram apresentadas durante uma proposta orçamental difícil de ser parada.

Os esforços em usar a proposta orçamental como veículo para estender as proteções dos jovens indocumentados beneficiados pelo Deferred Action for Childhood Arrivals (DACA), parece que tendem a falhar. Trump cancelou o programa que foi lançado durante a administração Obama, em setembro de 2017, mas uma decisão judicial impediu, temporariamente, a suspensão.

Há poucos dias, a Casa Branca reviu a ideia, propondo no domingo (18) a extensão do DACA por mais 2 anos e 5 meses em troca de US$ 25 bilhões para o muro de Trump. Entretanto, os democratas exigiram proteções para uma gama mais ampla de imigrantes do que aqueles beneficiados pelo DACA; um pedido negado pelos negociadores republicanos. Enquanto isso, Trump ameaça vetar todo o pacote se ele incluir os US$ 900 milhões para a construção do túnel sob o rio Hudson, o projeto Gateway, uma prioridade para Schumer.

O projeto inclui US$ 11 bilhões de verba para o túnel que ligaria New Jersey à Nova York que visa aliviar os dois túneis centenários já existentes e que correm o risco de serem fechados em poucos anos.

 

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend