Imigração rastreia turistas que ultrapassaram prazo do visto

Foto19 Prisao ICE Imigração rastreia turistas que ultrapassaram prazo do visto
O relatório enfatizou que o DHS continuará a colher dados biográficos e biométricos dos viajantes para melhor o rastreamento e a deportação dos violadores

O relatório emitido pelo DHS do ano fiscal de 2017 revelou que mais de 606 mil visitantes aos EUA ultrapassaram o prazo de permanência

O Governo Federal reuniu os números e nacionalidades dos viajantes estrangeiros que entraram legalmente nos EUA em 2017 e ultrapassaram o prazo de permanência dos vistos; permanecendo no país em situação irregular. Um relatório emitido pelo Departamento de Segurança Nacional (DHS) para o ano fiscal de 2017 revelou que mais de 606 mil visitantes aos EUA ultrapassaram o prazo de permanência de vistos de turista, trabalho, negócios e estudante, entre outras categorias que não incluem imigração.

Essas violações representam uma pequena porção, 1.15% ou 606.926 ultrapassagem da permanência dos cerca de 52.6 milhões de entradas no país via ar ou mar, conforme o relatório. Entretanto, apesar dos esforços da administração Trump de endurecer o cumprimento das leis migratórias, esse foi o 2º ano em seguida que mais de 600 mil visitantes ultrapassaram o prazo de permanência dos vistos; automaticamente se tornando imigrantes indocumentados que sofrem o risco de deportação.

“Identificar os estrangeiros que ultrapassam o período autorizado de permanência é importante para a segurança nacional, segurança pública, cumprimento das leis migratórias e processamento das aplicações para benefícios migratórios”, frisou o relatório do DHS.

O documento enfatizou que o DHS continuará a colher dados biográficos e biométricos dos viajantes para melhor o rastreamento e a deportação dos violadores que permanecem nos EUA, após o prazo permitido de permanência. Os dados revelaram que as pessoas que ultrapassam o prazo de permanência totalizam uma parcela importante na imigração indocumentada nos EUA. Elas entram no país legalmente, mas permanecem depois do vencimento do visto ou o período de permanência de 6 meses. Calcula-se que 40% dos 11 milhões de imigrantes indocumentados nos EUA entraram legalmente, mas permaneceram depois do vencimento dos vistos.

Os cidadãos venezuelanos somam os índices mais altos de ultrapassagem da permanência entre os hispânicos através de vistos de negócio ou turismo, segundo as estatísticas do DHS. Eles fogem de uma profunda crise econômica e política no país deles e o sul da Flórida abriga uma grande colônia de expatriados. Durante o ano fiscal de 2017, 538.827 visitantes venezuelanos portadores de vistos B1/B2 e turista que entraram nos EUA e deveriam sair, mas 30.424 permaneceram, ou seja, a média de 5.65%.

Além disso, os venezuelanos lideram o índice mais alto na ultrapassagem do prazo de permanência dos vistos de estudante ou intercâmbio cultural, nas categorias F, M e J.

 

 

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend