New Jersey poderá votar em breve na carteira para indocumentados

Foto22 Carteira de motorista NJ  New Jersey poderá votar em breve na carteira para indocumentados
New Jersey se juntaria ao pelo menos 12 estados que já concedem a carteira de motorista aos imigrantes indocumentados

O Governador Phill Murphy há muito tempo demonstra apoio à proposta e prometeu assiná-la, caso seja aprovada e enviada à mesa dele

Proponentes de um plano que permitiria os imigrantes indocumentados obtiverem a carteira de motorista em New Jersey acreditam que esse é o momento ideal para a aprovação. Com o final das eleições, os legisladores estaduais retornarão a Trenton para a próxima sessão legislativa daqui a algumas semanas e, portanto, surgindo a oportunidade de enviar o projeto de lei à mesa do Governador Phill Murphy, que há muito tempo vem apoiando a proposta.

“Isso é vitalmente importante”, disse a deputada estadual Teresa Ruiz, uma das principais redatoras do projeto de lei S-3229.

Ela argumentou que a carteira para os indocumentados já passou da hora de ser aprovada, “pois todos nós sabemos que essas famílias contribuem para o desenvolvimento econômico e a vibração de quem somos aqui neste estado. Eles são os nossos vizinhos, eles são os nossos parceiros e eles fazem parte de New Jersey”.

Há mais de 466 mil indocumentados em idade para dirigir em New Jersey, revelou um estudo realizado em 2018 pelo NJ Policy Perspective, um grupo com tendência de esquerda.

“Os motoristas mais seguros são aqueles que são treinados, testados e licenciados”, comentou Ruiz (D-Essex).

Os proponentes defendem que as carteiras especiais facilitarão para os indocumentados conseguirem trabalho, levar as crianças ao médico e comprar mantimentos. Além disso, argumenta ele, as carteiras aumentariam a segurança nas estradas porque inúmeros imigrantes já dirigem sem seguro e documentos. Isso permitiria que eles obtivessem esses documentos e, talvez, até possa baixar o valor das apólices de seguro para todos no estado.

“Eles (indocumentados) estão em nossas estradas. Eles estão trabalhando em locais diferentes”, relatou o presidente do Senado Estadual, Stephen Sweeney (D-Gloucester), durante uma entrevista em 2018. “Então, isso é algo que teremos que resolver. Nós simplesmente teremos que resolver como fazer isso da forma certa”.

Na Assembleia Estadual, o porta-voz Craig Coughlin, deu indícios de que está disposto a incluir a proposta na agenda, entretanto, ele frisou que mais deverá ser feito antes de levar o projeto de lei para votação. “Nós estamos entusiasmado em retornar a Trenton para trabalhar em temas que são importantes para os residentes em New Jersey”, disse Coughlin (D-Middlesex).

“A legislação que permite expandir o acesso à carteira de motoristas a mais residentes permanece em trabalho de redação. Eu pretendo realizar uma revisão completa e sensível do produto final na qual a proposta passará durante o processo legislativo padrão”, acrescentou.

Os proponentes da medida vêm trabalhando no assunto há vários anos, apesar de enfrentarem oposição ampla, particularmente da parte dos legisladores republicanos (GOP). Quando um projeto de lei similar foi abordado em 2018, um trio de republicanos emitiu um comunicado que condenava a ideia de o Estado conceder as carteiras para pessoas que “não podem provar a presença legal nos Estados Unidos”.

“Desde que esse assunto foi levantado durante a administração Corzine, a nossa delegação tem mentido sua veemente posição em conceder a carteira de motorista aos estrangeiros ilegais”, disse o Deputado Estadual Christopher Connors (R-Ocean), os membros da Assembleia legislativa, Brian Rumpf (R-Ocean) e Dianne Gove (R-Ocean).

New Jersey se juntaria ao pelo menos 12 estados que já concedem a carteira de motorista aos imigrantes indocumentados, caso a proposta seja aprovada e assinada pelo Governador. Os outros estados com tais programas são: Califórnia, Colorado, Connecticut, Delaware, Havaí, Illinois, Maryland, Nevada, Novo México, Utah, Vermont e Washington.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend