Panfletos espalhados em Queens encorajam a denúncia de indocumentados ao ICE

Foto11 Panfleto contra indocumentados Panfletos espalhados em Queens encorajam a denúncia de indocumentados ao ICE
“Um aviso a todos os cidadãos dos Estados Unidos da América. É a sua obrigação cívica denunciar quaisquer e todos os estrangeiros ilegais ao Departamento de Imigração (ICE). Eles burlaram a lei”, diz o panfleto

A mensagem encorajava os cidadãos americanos a denunciarem os imigrantes indocumentados às autoridades migratórias 

No domingo (7), o Vereador Jimmy Van Bramer realizava a sua corrida matinal em Sunnyside, Queens (NY), quando um panfleto colado num poste chamou-lhe profundamente a atenção. A mensagem encorajava os cidadãos americanos a denunciarem os imigrantes indocumentados ao Departamento de Imigração (ICE).

“Eu senti calafrios porque era ameaçador, macabro e tinha o objetivo de intimidar os imigrantes”, relatou Van Bramer ao canal de notícias CNN.

O panfleto dizia: “Um aviso a todos os cidadãos dos Estados Unidos da América. É a sua obrigação cívica denunciar quaisquer e todos os estrangeiros ilegais ao Departamento de Imigração (ICE). Eles burlaram a lei”. Na base, é informado o número telefônico de contato do ICE.

O Vereador, que representa a região, disse que já começou a agir. Num vídeo postado nas redes sociais, aparece Jimmy rasgando o panfleto, que foi colado numa caixa elétrica. Desde então, muitos mais apareceram nas vizinhanças. Ele disse que tais panfletos têm provocado temor e ultraje em Queens, uma área altamente diversa onde quase a metade da população nasceu fora dos EUA.

“O que isso está tentando fazer é transformar os moradores em vigilantes, encorajando-os a denunciar as pessoas ao ICE sem sequer saber se eles são documentados ou não”, disse Van Bramer. “Esta é uma vizinhança de imigrantes, uma área de imigrantes, então, eu não quero que nenhum deles, até os documentados, tenha medo de caminhar por estas ruas”.

Apesar de não ter ficado claro quem é o responsável por ter colado os panfletos nas ruas em Queens (NY), o Vereador disse achar que seja o trabalho do Vanguard America, um grupo suprematista baseado no Texas. Ele disse que o grupo assumiu o crédito por panfletagens similares em campi universitários nos estados de Washington, Texas, Nebraska e Pensilvânia.

“Embora não saibamos que postou esses panfletos especificamente, vamos ser claros. Esta é uma organização branca e suprematista que orgulhosamente assumiu o crédito por criar esse panfleto”, Jimmy, alertando que os responsáveis podem estar sujeitos às multas pesadas. Em Nova York, é ilegal postar cartazes ou panfletos em propriedades públicas.

A Make the Road New York também culpou a retórica contra os imigrantes e a postura austera da administração Trump na aparição repentina dos panfletos em Queens. “As políticas de intolerância e xenofobia da administração atual têm encorajado aqueles que dizem que não querem imigrantes vivendo nesse país”, disse a ativista Julissa Bisono, acrescentando que a ONG iniciou uma campanha de resposta ao distribuir na região panfletos de apoio aos imigrantes.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend