Porta-voz do ICE pede demissão por “mentiras” relatadas em batidas

Foto29 James Schwab Porta voz do ICE pede demissão por “mentiras” relatadas em batidas
“Eu pedi demissão porque não quis perpetuar fatos enganosos”, relatou James Schwab

As operações no norte da Califórnia resultaram em 232 prisões de pessoas suspeitas de burlarem as leis migratórias

Um porta-voz do Departamento de Imigração (ICE) em San Francisco (CA) pediu demissão do cargo depois de se decepcionar com o que ele considerou falsas alegações divulgadas pela administração Trump. A decisão foi divulgada após a ocorrência de uma série de batidas migratórias durante 4 dias no norte da Califórnia.

“Eu simplesmente não pude aguentar o peso, ou seja, continuar como representante de uma agência cuja obrigação é com a integridade, sabendo que aquela informação era falsa”, disse James Schwab à rede de notícias CNN. O caso foi publicado primeiramente pelo San Francisco Chronicle.

A controvérsia é resultado do alerta enviado pela prefeita de Oakland (CA), Libby Schaaf, antes das batidas, no qual ela encoraja os imigrantes indocumentados nos EUA a tomarem precauções.

Num comunicado de imprensa durante as batidas, o diretor do ICE, Thomas Homam, disse que “864 criminosos estrangeiros e ameaças à segurança pública permanecem soltos nas comunidades e eu tenho que acreditar que alguns deles puderam se esconder de nós graças à decisão irresponsável da Prefeita”.

Homan apareceu posteriormente no programa Fox & Friends e criticou o alerta de Schaaf, alergando que ela ajudou cerca de 800 “criminosos estrangeiros” a evitar a prisão. Schwab disse ao CNN que, talvez, esse número fosse exagerado.

“É uma afirmação falsa porque nós nunca pegamos 100% dos nossos alvos. Além disso, dizer que eles são criminosos perigosos é também enganoso”, acrescentou.

Quando ele alertou a liderança do ICE sobre suas preocupações, Schwab relatou que foi instruído a “desviar para os comunicados anteriores; mesmo que eles não esclarecessem a informação errada”.

Semana passada, o Procurador de Justiça Geral Jeff Sessions repetiu a alegação durante o 26th Annual Law Enforcement Legislative Day. Ele disse que os agentes “falharam em efetuar 800 prisões porque a Prefeita agiu dessa forma”.

“Esses 800 estrangeiros procurados que estão agora foragidos nas comunidades, a maioria deles criminosos procurados, e que agora o ICE terá procura-los com mais dificuldade e em situações mais perigosas; tudo isso por causa da ação irresponsável de uma prefeita”, disse Sessions.

As batidas de fevereiro resultaram em 232 prisões de pessoas suspeitas de burlarem as leis migratórias. Entre elas, 115 têm antecedentes por crimes “sérios e violentos” ou delitos “múltiplos ou significativos”.

Schwab considerou o alerta de Schaaf irresponsável. “Eu acho que ela poderia ter tido outras opções”, disse ele. “Entretanto, culpa-la por 800 pessoas perigosas nas ruas é simplesmente falso”.

“Eu pedi demissão porque não quis perpetuar fatos enganosos”, relatou Schwab ao Chronicle. “Eu pedi a eles para mudar a informação. Eu disse-lhes que a informação era errada, eles me pediram para ignorar e eu não concordei com aquilo. Então, eu pensei durante algum tempo e pedi demissão”.

Related posts

Comentários

Send this to a friend