Represália: Europeus querem exigência de visto para americanos

Foto15 Programa Waiver Represália: Europeus querem exigência de visto para americanos
Através do Waiver, os cidadãos dos EUA e de grande parte da Comunidade Europeia não precisam de vistos para viajar entre os países participantes do programa

Europeus agendaram uma reunião com o governo dos EUA na tentativa de resolver o impasse

Na quinta-feira (2), o Parlamento Europeu pediu ao executivo para exigir que os cidadãos americanos apliquem para vistos antes de visitar a Europa nesse verão. A decisão visa pressionar para resolver o antigo impasse transatlântico sobre o assunto. Washington-DC se recusa a conceder a isenção de visto a 4 países do leste europeu e Chipre, enquanto outros 23 países membros da Comunidade Europeia estão isentos. A União Europeia (EU) pede a igualdade de tratamento para todos os seus membros.

Os representantes da Comissão agendaram uma reunião com o governo dos EUA para 15 de junho na tentativa de resolver o impasse, que ocorre desde 2014. O poder executivo da EU já estabeleceu um prazo para a solução, entretanto, não o obedeceu.

“Nós divulgaremos progressos futuros conquistados até antes do final de junho e continuaremos a trabalhar com o Parlamento Europeu e o Conselho”, informou o porta-voz da Comissão.

Um membro da Comissão detalhou que já foram feitos contatos com a administração dos EUA “a favor da reciprocidade total de vistos”, entretanto, não disse se seriam tomadas ações imediatas. Os antigos países comunistas Polônia, Croácia, Bulgária e Romênia, assim como a ilha mediterrânea de Chipre, têm pressionado Bruxelas para que faça algo contra a discriminação dos EUA de seus cidadãos. Entretanto, o custo econômico de impor restrições de visto aos milhões de turistas e executivos americanos que visitam a Europa anualmente é o maior desincentivo.

A maioria dos países da EU fazem parte da Zona Schengen, a qual permite viajar livremente dentro da Europa sem a verificação de passaportes. O Parlamento pressionou a Comissão a adotar medidas restritivas contra os cidadãos americanos “em 2 meses”. Os legisladores possuem pouco poder imediato para garantir que o executivo cumpra com tais exigências.

O Canadá também impôs a exigência de visto aos cidadãos Búlgaros e Romenos, mas já anunciou que a isenção será suspensa em dezembro.

 

 

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend