Sargento brasileiro morre na guerra do Afeganistão

Foto15 Mark de Alencar  Sargento brasileiro morre na guerra do Afeganistão
Mark R. de Alencar foi ferido fatalmente quando sua unidade entrou em contato com forças inimigas durante operações de combate
Foto15 Mark de Alencar Sargento brasileiro morre na guerra do Afeganistão
Fuzileiros carregam o caixão de Mark R. de Alencar coberto pela bandeira americana

O corpo de Mark R. de Alencar chegou à Base da Força Aérea em Delaware, no domingo (16)

No sábado (15), o Sargento Mark R. de Alencar, de 37 anos, residente em Edgewood (MD), morreu depois de ser ferido em ação na guerra do Afeganistão, informaram as Forças Armadas. Ele graduou-se na Joppatowne High School e era membro das Forças Especiais do Exército. Alencar foi ferido fatalmente quando sua unidade entrou em contato com forças inimigas usando armas pequenas durante operações de combate, detalhou o website do Departamento de Defesa.

O brasileiro era membro do 1º Batalhão, do 7º Grupo de Forças Especiais (Aéreo) lotado na Base da Força Aérea Eglin, na Flórida. Ele trabalhava com as tropas afegãs na luta contra insurgentes afiliados ao Estado Islâmico (ISIS), segundo a postagem no Twitter pelo Resolute Support Mission. A missão, liderada pela NATO, tem a função de oferecer apoio às forças de segurança afegãs.

“Em nome de todas as Forças dos EUA no Afeganistão, eu oferece as minhas profundas condolências à família e amigos do nosso parceiro caído”, disse o General John W. Nicholson, comandante das Forças dos EUA no Afeganistão e do Resolute Support, através de um comunicado emitido no domingo (16) pelo comando das forças americanas, cuja sede é na capital Kabul. “Nós sempre lembraremos os nossos parceiros caídos e nos comprometemos a honrar o sacrifício deles”.

Alencar e as tropas afegãs estavam operando na província de Nangarhar, na região leste do país. O corpo chegou à Base da Força Aérea em Delaware, às 6:45 pm, no domingo (16). As Forças Armadas não divulgaram o nome do sargento até segunda-feira (10), pois os parentes têm que ser notificados primeiro, segundo ordens do comando. Entretanto, a notícia vazou antes no Facebook. O nome de Alencar e sua fotografia foram postados na página do Joppatowne High School Alumini na rede social no domingo. Inúmeros amigos escreveram tributos e registraram condolências à família do soldado.

Kilo Mack, diretor do Edgewood High School, era professor no Joppatowne High School quando Alencar era aluno. Ele se emocionou ao ver a fotografia do brasileiro trajando o uniforme das Forças Armadas, que foi postado online. “Ele era um menino bom”, disse ele.

Posteriormente, o diretor escreveu um tributo a Alencar via e-mail: “Eu me recordo de Mark como estudante do Joppatowne High School e membro do time de futebol”, postou. “Eu me lembro quando ele se alistou nas Forças Armadas e estava bastante feliz e entusiasmado. Eu me lembro que ele via isso como uma forma de progredir e melhorar na vida”. Ele acrescentou que “tinha orgulho do serviço prestado por ele e seu sacrifício pela nossa grande nação!”

Jansen Robinson, morador em Edgewood e membro do Comitê de Educação do Condado de Harford, é parente de Alencar por ligações matrimoniais; ou seja, a sobrinha dele, Natasha, é esposa do sargento.

Natasha de Alencar também foi aluna do Joppatowne High School. Jansen detalhou que o casal tem 5 filhos e estavam juntos há 15 anos. “Eles compartilhavam suas vidas. Ela era o alicerce dele e ele o alicerce dela, então, está sendo bastante difícil para ela”.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend