Trump disse que apoia proposta migratória da Câmara

Foto6 Paul Ryan Trump disse que apoia proposta migratória da Câmara
Ainda segundo Collins, Ryan disse que conversou com o Presidente “sobre que direção nós tomamos e Presidente pareceu bastante favorável”

O comentário foi feito pelo deputado republicano Chris Collins, de Nova York, aliado do Presidente

O presidente da Câmara dos Deputados Federais, Paul Ryan, disse aos legisladores republicanos que o Presidente Donald Trump “parecia muito favorável” ao esforço deles em redigir uma legislação que ajude a proteger os jovens imigrantes. O comentário foi feito pelo deputado republicano Chris Collins, de Nova York, aliado de Trump. Ele disse que Ryan disse aos legisladores em portas fechadas, na quarta-feira (13), que ele havia conversado com Trump sobre a proposta migratória no dia anterior.

Ainda segundo Collins, Ryan disse que conversou com o Presidente “sobre que direção nós tomamos e Presidente pareceu bastante favorável”.

A proposta que proteja os Dreamers, ou seja, os jovens indocumentados trazidos aos EUA ainda na infância, será levada à votação logo na próxima semana.

Collins disse que Ryan relatou que o presidente também apoiava a estratégia de votar em duas leis separadas. Uma medida mais conservadora é improvável de passar.

O presidente da Câmara, Paul Ryan, disse que o projeto de lei que está em andamento sobre a imigração tem a “chance real de tornar-se lei e resolver esse problema”.

O republicano de Wisconsin fez uma declaração otimista aos repórteres depois de intermediar um acordo entre os congressistas que visa avaliar as propostas rivais de imigração do Partido Republicano (GOP) para proteger os jovens imigrantes (Dreamers) trazidos ilegalmente para os EUA ainda na infância.

Uma proposta apoiada por membros conservadores do Tea Party tende a fracassar. Ryan acrescentou que uma proposta apoiada por moderados e que ainda estava sendo redigida, “tem a possibilidade de tornar-se lei porque a administração Trump faz parte das negociações”. Entretanto, os republicanos não conseguiram chegar a um acordo até agora e não é certo que tal proposta mais recente será aprovada.

Os republicanos da Câmara são considerados o próximo obstáculos em dois projetos de lei de imigração depois que os líderes do GOP persuadiram os republicanos moderados a abandonar o apoio ao projeto de lei que protegeria jovens imigrantes e concederia a possibilidade de cidadania. Desta vez, os líderes chegaram a um acordo com moderados e conservadores que permitirá dois votos em outras propostas, com início na próxima semana.

Os moderados receberam a promessa que poderão votar em um plano que provavelmente incluirá a possibilidade de cidadania aos jovens imigrantes que vivem no país ilegalmente desde que eram crianças. Os conservadores também receberam a promessa de que poderão votar na abordagem que os satisfaça, ou seja, que permita a legalização, mas não o acesso à cidadania.

 

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend