Trump processa Califórnia por “interferir” em leis migratórias

Foto2 Jerry Brown Trump processa Califórnia por “interferir” em leis migratórias
Jeff (Sessions), essas malabarismos políticos podem ser a norma em Washington (DC), mas eles não funcionam aqui. TRISTE!!!” Rebateu o Governador Jerry Brown

A administração atual alega que o estado mais populoso dos EUA tem interferido no cumprimento das leis de imigração

Na noite de terça-feira (6), o Departamento de Justiça (DOJ) de Trump acionou judicialmente a Califórnia, alegando que 3 leis estaduais aprovadas recentemente interferem deliberadamente com as políticas federais de imigração. A ação marca o confronto legal e político mais recente com o estado mais populoso dos EUA, o qual o governo federal alega que repetidamente tem bloqueado os planos de endurecimento do cumprimento das leis nos locais de trabalho e contra os criminosos estrangeiros.

“O Departamento de Justiça a administração Trump lutarão contra essas políticas injustas e inconstitucionais”, disse o Procurador Geral de Justiça Jeff Sessions. “Nós estamos lutando para manter os nossos locais de trabalho mais seguros e ajudar a redução da criminalidade na América”.

O governador democrata do estado, Jerry Brown, imediatamente rebateu: “Numa época de transtorno político sem precedentes, Jeff Sessions vem à Califórnia para dividir e polarizar a América. Jeff, essas malabarismos políticos podem ser a norma em Washington, mas eles não funcionam aqui. TRISTE!!!”

As autoridades federais tentam uma injunção judicial que bloqueie o cumprimento das três leis na Califórnia, as quais foram aprovadas em 2017. Uma delas oferece proteção adicional aos trabalhadores contra as ações das autoridades migratórias. Os representantes do DOJ alegam que ela impede que as empresas colaborem voluntariamente com o Departamento de Imigração (ICE). A legislação determina que os empregadores exijam dos agentes do ICE que eles apresentem uma ordem judicial de busca antes de entrarem nas instalações ou quando acessem os arquivos das empresas. Algumas empresas reclamaram que sentem-se divididas entre obedecer os estatutos estaduais e federais, pois a desobediência em ambos os casos podem resultar em multas pesadas.

Outra lei estadual protege os imigrantes indocumentados ao limitar a cooperação das autoridades municipais e estaduais com as autoridades federais, incluindo informações sobre presidiários indocumentados.

Uma terceira lei concede poderes às autoridades estaduais e monitorar e inspecionar os centros de detenção de imigrantes que são administrados ou contratados pelo Departamento de Segurança Nacional (DHS).

As autoridades estaduais citaram no passado a 10ª Emenda Constitucional, a qual garante que os estados não estão obrigados a fazer cumprir as leis federais. Calcula-se que 2.5 milhões de imigrantes indocumentados vivam na Califórnia. Segundo dados do ICE, cerca de 16% das batidas migratórias realizadas pelo órgão acontecem no estado.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend