10 brasileiros são encontrados em caminhão no Texas

Foto23 Posto da Alfandega em Laredo 10 brasileiros são encontrados em caminhão no Texas
Cães farejadores alertaram para a possibilidade de que pessoas ou drogas estivessem escondidos no interior do Freightliner 2016

Os agentes logo descobriram 10 homens escondidos na área da cabine utilizada para o motorista dormir

Na sexta-feira (29), agentes da Patrulha da Fronteira (CBP) descobriram 10 brasileiros escondidos na caçamba de um caminhão no posto da Alfândega em Laredo (TX), na rodovia I-35. O veículo foi vasculhado uma segunda vez, depois que cães farejadores alertaram para a possibilidade de que pessoas ou drogas estivessem escondidos no interior do Freightliner 2016.

Os agentes logo descobriram 10 homens escondidos na área da cabine utilizada para o motorista dormir. Todos eles foram detidos e autuados. O motorista, cidadão americano, foi preso e o veículo confiscado.

“Os traficantes de seres humanos não possuem a menor preocupação com a segurança e muitas vezes colocam as pessoas em situações de risco de morte”, disse o chefe do CBP do Setor de Laredo, Anthony S. Good. “A Patrulha da Fronteira continuará a desmantelar o tráfico e manter o nosso compromisso em manter a América e as comunidades seguras”.

A Alfândega do Setor de Laredo encoraja o público em geral a compartilhar qualquer informação sobre o tráfico humano ou de drogas através da linha direta: 1-800-343-1994 ou do aplicativo “USBP Laredo Sector”.

Escondidos em carrocerias de veículos ou cruzando áreas desérticas a pé, os imigrantes tentam de diversas formas entrar clandestinamente nos EUA. A Patrulha da Fronteira (CBP) informou que 57 imigrantes ilegais que viajaram da América Central para os EUA foram supostamente resgatados por patrulheiros, na semana passada. As autoridades acreditam que eles foram abandonados pelos contrabandistas (coiotes) no deserto do Arizona durante uma onda de calor.

Agentes do Setor Tucson da fronteira entre os EUA e México foram enviados a uma área na zona oeste de Lukeville, onde existe um posto da Alfândega, depois que alguém no grupo contatou as autoridades mexicanas e pediu socorro, disse o CBP em um comunicado.

O imigrante relatou que o grupo de 57 pessoas cruzou a fronteira clandestinamente e que, ao longo do caminho, precisaram de ajuda.

Agentes que responderam ao pedido de socorro encontraram 21 adultos e 36 menores, sendo 17 deles desacompanhados. As autoridades detalharam que a temperatura na região era de 108º graus (43º Celsius). Também foi encontrada no grupo uma mulher grávida e menor de idade.

“Vários” dos contrabandeados pareciam estar desidratados, mas apenas uma pessoa precisou de assistência médica. Todos eles receberam comida e água e foram levados à Estação Ajo para processamento. A mulher grávida recebeu fluidos intravenosos e foi levada para um hospital para tratamento.

“Independentemente da falta de escrúpulo e desrespeito à vida humana por parte dos  contrabandistas, os agentes da Patrulha de Fronteira trabalham incansavelmente para garantir não só a segurança de nossa nação, mas também a segurança das pessoas que entram em contato com eles”, disse o CBP.

Durante coletiva de imprensa, os patrulheiros alertaram para o perigo do “calor extremo”, pois o deserto do Arizona durante o verão é uma área “especialmente perigosa para alguém ficar perdido”.

O CBP acrescentou que qualquer pessoa que precisar de ajuda deve telefonar para a linha de emergências 911 ou ativar um “farol de resgate”, ou seja, torres de 30 pés de altura que enviam pedidos de ajuda com o toque de um botão.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend