A polícia divulga retrato falado de sequestrador de menina em NJ

Foto17 Dulce Maria Alavez e retrato falado A polícia divulga retrato falado de sequestrador de menina em NJ
O homem do retrato falado é descrito como hispânico e tem cerca de um metro e setenta de alturad

As autoridades fizeram um esboço do rosto do indivíduo que foi visto atraindo Dulce Maria Alavez, de 5 anos, para o interior de uma caminhonete

O caso de uma menina de 5 anos que desapareceu há um mês mudou na terça-feira (15), quando as autoridades em New Jersey divulgaram um esboço de um homem que, segundo eles, pode ter testemunhado o sequestro de Dulce Maria Alavez. O escritório da Procuradoria de Justiça do Condado de Cumberland relatou que Dulce Maria Alavez, de 5 anos, foi vista a última vez correndo em direção a um playground em Bridgeton City Park com o irmão caçula em 16 de setembro. A mãe dela, Noema Alavez Perez, de 19 anos, ficou inicialmente no carro com a irmã de 8 anos, mas foi verificar os dois filhos quando a irmã disse que não podia ver as crianças no parque infantil. Quando Perez chegou ao parquinho, o filho chorava e pedia a irmã.

Um alerta de âmbar foi emitido mais tarde quando uma criança que estava no parquinho relatou ter visto um homem direcionar uma criança para uma caminhonete vermelha com janelas escuras no parque. Embora esse homem tenha sido inicialmente descrito como sequestrador, os investigadores disseram mais tarde que queriam falar com ele.

O esboço do homem divulgado na terça-feira (15) não está sendo descrito como suspeito ou pessoa de interesse. Em vez disso, a promotora do condado de Cumberland, Jennifer Webb McRae, disse em um comunicado no Facebook que ele é “simplesmente uma possível testemunha com a qual queremos conversar neste momento”.

O homem do retrato falado é descrito como hispânico e tem cerca de um metro e setenta de altura. Ele é franzino e tem de 30 a 35 anos. Ele estava vestindo uma camiseta branca, jeans azul e um boné branco de beisebol na época.

O esboço foi feito depois que uma nova testemunha apareceu e descreveu uma pessoa que havia visto no parque, que estava com duas crianças menores de 5 anos na época em que Dulce desapareceu.

“Estamos solicitando que essa pessoa (ou qualquer pessoa que possa reconhecê-la) se apresente, pois os investigadores desejam falar com ela, pois acredita-se que ela possa ter informações úteis para determinar as circunstâncias que levaram ao desaparecimento de Dulce”, Webb- McRae disse.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend