Advogado diz que decreto de Trump acabou com política “Cai-Cai”

Foto10 Imigrantes detidos na fronteira Advogado diz que decreto de Trump acabou com política “Cai Cai”
Com o fim do “Cai-Cai”, tanto os juízes quanto os agentes do ICE têm o direito de manter os imigrantes detidos até o fim do processo
Foto10 Danilo Brack Advogado diz que decreto de Trump acabou com política “Cai Cai”
“As pessoas que vêm para os Estados Unidos devem estar preparadas para possibilidade de terem entrevistas de imigração ainda presas e ter que pedir uma fiança, que pode ser alta”, disse Brack ao BT

O decreto começou a vigorar no final de agosto, portanto, os imigrantes estão sendo mantidos presos até serem ouvidos por um juiz

O Presidente Donald Trump anunciou que o esquema chamado pelos brasileiros de “Cai-Cai” ou “pegar e soltar” imigrantes detidos na fronteira terminaria. A decisão é decorrente do fato que milhares de imigrantes adultos entraram nos EUA acompanhados de crianças para evitar a deportação rápida. Quando um imigrante é detido na fronteira com um menor de idade, os dois são colocados em centros de detenção diferentes, entretanto, uma lei federal impedia que o adulto fosse deportado enquanto a criança estiver sob a custódia do governo dos EUA. Em decorrência disso, muitos deles eram postos em liberdade sem comparecer à uma audiência de imigração. As informações são do jornal Brazilian Times.

O advogado Danilo Brack foi entrevistado pela equipe de reportagem do BT e informou que a administração atual já pôs a ordem do Presidente Trump em prática. Segundo ele, o decreto começou a vigorar no final de agosto, portanto, os imigrantes estão sendo mantidos presos até serem ouvidos por um juiz de imigração, mesmo que tenham sido capturados em companhia de um menor de idade.

Brack relatou que o escritório dele recebeu telefonemas de vários imigrantes cujos os familiares foram detidos, mesmo na companhia de crianças, e que a situação tende a aumentar. Ele detalhou que o imigrante tem o dinheiro de apresentar o seu pedido de asilo a um oficial do Departamento de Alfândega & Imigração (ICE) e, caso o oficial discorde, o caso pode ser encaminhado a um juiz.

Entretanto, com o fim do “Cai-Cai”, tanto os juízes quanto os agentes do ICE têm o direito de manter os imigrantes detidos até o fim do processo. Anteriormente, os estrangeiros eram liberados para aguardar os trâmites judiciais e, neste período, desapareciam no interior do país. Acabar com esta política foi uma das principais promessas do Presidente durante sua campanha eleitoral de 2016. Mas, devido à falta de espaço para abrigar os imigrantes detidos, o sistema de pegar e soltar (Cai-Cai) continuou.

Através de um memorando, assinado por Trump, o Departamentos de Segurança Interna (DHS) recebeu verba para encontrar instalações militares capazes de abrigar as pessoas que estão sendo detidas na fronteira. A Casa Branca condena a prática de captura e liberação dos estrangeiros alegando que ela é “perigosa”, pois os imigrantes indocumentados não deveriam ser “beneficiados” com liberdade condicional.

“As pessoas que vêm para os Estados Unidos devem estar preparadas para possibilidade de terem entrevistas de imigração ainda presas e ter que pedir uma fiança, que pode ser alta. Eu já vi casos em que os valores chegavam de US$ 5 mil a US$ 10 mil direto”, concluiu Brack.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend