Agentes da Patrulha de Fronteira prendem 4 brasileiros no Maine

Foto26 CBP Rangeley Station Agentes da Patrulha de Fronteira prendem 4 brasileiros no Maine
Os 4 brasileiros detidos foram transportados para a estação da CBP em Rangeley (detalhe) para processamento

Os 4 indivíduos entraram legalmente nos EUA com vistos de turista B1/B2 entre 2007 e 2018

Agentes da Patrulha de Fronteira (CBP) na região de Rangeley, Maine, prenderam 2 brasileiros na quarta-feira (11). Uma investigação mais aprofundada levou a um hotel local, em Farmington, onde mais 2 brasileiros foram presos. As informações são das próprias autoridades federais.

Os agentes federais foram a Farmington após terem recebido uma denúncia de atividades suspeitas perto do Wal-Mart local. Enquanto investigavam, os agentes da CBP identificaram dois brasileiros indocumentados. Após uma breve interrogação, ambos foram presos e levados a um hotel local para recuperar seus bens pessoais. No local, as autoridades encontraram mais 2 brasileiros que também eram indocumentados.

“Contamos com o público e nossas autoridades parceiras para servirem como multiplicadores de força para nós”, disse Jason Owens, patrulheiro do CBP no Maine. “Com nossos recursos limitados, seria quase impossível alcançarmos nossos objetivos sem a assistência deles”.

Os 4 brasileiros detidos foram transportados para a estação da CBP em Rangeley para processamento. Durante as autuações, foi descoberto que os 4 indivíduos entraram legalmente nos Estados Unidos com vistos de turista B1/B2 entre 2007 e 2018. Além disso, todos os quatro admitiram trabalhar sem permissão nos Estados Unidos. Os brasileiros foram postos em processo de deportação e transferidos para a custódia do Escritório de Operações de Remoção (ERO), subordinado ao Departamento de Alfândega & Deportação (ICE).

Enquanto a maioria das pessoas presas pela CBP no Maine é processada administrativamente, acusações adicionais frequentemente são apresentadas.

A CBP no Maine conta com a cooperação e assistência do público. Qualquer atividade suspeita pode ser denunciada através do tel.: (800) 851-8727.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend