Amigos tentam o traslado do corpo de 2 brasileiros mortos na Austrália

Foto8 Cesar Augusto Ramos e Victor Geroto Sampaio 002 Amigos tentam o traslado do corpo de 2 brasileiros mortos na Austrália
César Augusto Ramos (esq.), de 25 anos, e Victor Geroto Sampaio (dir.), de 28 anos, eram ambos naturais do município de Louveira (SP) (Foto: Redes sociais)

Victor Geroto Sampaio, de 28 anos, e César Augusto Ramos, de 25 anos, ambos naturais de Louveira (SP), estavam na Austrália a estudo e trabalho

Na manhã de segunda-feira (7), um acidente automobilístico resultou na morte de Victor Geroto Sampaio, de 28 anos, e César Augusto Ramos, de 25 anos, ambos naturais de Louveira (SP). O trágico incidente ocorreu no sentido sul da rodovia Pacif Highway, na região conhecida como Rainbown Flat, Austrália. As informações são do canal de TV local NBN News e da CBN de Campinas.

Victor dirigia um Volkswagen Golf, de cor verde, em companhia de César Augusto e mais 2 brasileiros, de 21 e 22 anos, cujos nomes não foram revelados. O veículo saiu da pista e chocou-se violentamente contra uma árvore. Informações não confirmadas detalham que Victor teria tentado desviar-se de um canguru que estava no meio da estrada.

Os corpos de Victor e César Augusto ainda não foram trasladados ao Brasil. Amigos buscam ajuda nas redes sociais para arrecadar fundos para a repatriação. Os jovens de 28 e 25 anos estavam no veículo com outros dois amigos, também brasileiros, que sobreviveram.

Quem dirigia o automóvel era Victor, que morreu no local. A família conta que ele precisou desviar, pois havia algo na pista, provavelmente um canguru, perdeu o controle do veículo e acabou atingindo a árvore. Já César Augusto foi socorrido de helicóptero para um hospital local, passou por cirurgia e ficou em coma, mas não resistiu à gravidade dos ferimentos. Os outros dois brasileiros que estavam no banco de trás do carro sofreram ferimentos leves.

Conforme os relatos de parentes, Victor e César Augusto estavam na Austrália a trabalho e estudo. Na terça-feira (8), o Ministério das Relações Exteriores (Itamaraty) informou que acompanha o caso e tem mantido contato com familiares das vítimas e as autoridades australianas, entretanto, não citou detalhes sobre o processo de traslado dos corpos para velório e sepultamento no Brasil.

. Mais um brasileiro morre na Austrália:

Na sexta-feira (11), após passar quase 12 dias em coma, morreu o estudante Ivan Susin, de 29 anos, natural de Curitibanos (SC), que foi brutalmente agredido na madrugada de quinta-feira (1) por 2 indivíduos na cidade de Gold Coast, Austrália. O brasileiro estava sentado com 2 amigos ingleses num banco em frente à uma loja de kebab, quando 2 homens, um identificado como Ricky Lefoe, de 27 anos, e outro de 28 anos, cujo nome não foi divulgado, aproximaram-se do grupo. Uma discussão teria iniciado e Ivan teria se levantado para proteger os amigos. As informações são do jornal Daily Mail UK.

Vídeos gravados por câmeras de segurança instaladas no local registraram Susin entrando na briga e desferindo um soco. Posteriormente, o brasileiro pode ser visto levando um soco no rosto, fazendo com que ele caísse, batesse a cabeça no piso, antes de perder a consciência. Ele foi levado às pressas ao Gold Coast University Hospital em condições graves, onde ficou em coma durante 12 dias, antes de falecer na sexta-feira (11).

Os dois indivíduos fugiram do local da briga, antes que testemunhas no local acionassem a polícia. Lefoe foi acusado de provocar danos físicos com gravidade e teve a fiança estabelecida em $ 50 mil dólares australianos, antes de fazer qualquer tipo de acordo.

O Departamento de Polícia de Queensland espera agravar as acusações, após a morte do brasileiro, durante a audiência preliminar agendada para quarta-feira (16).

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend