Ativistas agem como “vigias” e alertam sobre o ICE em tribunais

Foto2 Voluntarios do DIRE 1024x768 Ativistas agem como “vigias” e alertam sobre o ICE em tribunais
O Pastor Seth Kaper Dale (centro) e voluntários do DIRE no estacionamento da Corte Municipal de North Brunswick (Twitter: Nadia Ramdass)

Voluntários vasculham o estacionamento da North Brunswick Municipal Court para verificar a presença de agentes

Agentes do Departamento de Imigração (ICE) têm aparecido em tribunais, pontos de ônibus e até lojas de conveniências em busca de imigrantes indocumentados para detenção. Desde 2017, as autoridades migratórias aumentaram mais ainda a presença em Cortes. O jornal The York Times publicou que 87 pessoas foram presas quando compareceram à audiências em Nova York ano passado e que 13 pessoas já foram detidas em 2018.

Entretanto, caso os agentes federais apareçam na Corte Municipal de North Brunswick, eles encontrarão um grupo de “vigias” voluntários, prontos para alertar aos imigrantes indocumentados sobre a presença  do ICE no local. Esses voluntários são membros da ONG “Departation and Immigration Response Equipo” ou (DIRE), organizada pelo Reverendo Seth Kaper Dale. Desde a terça-feira (27), o Pastor informou que o DIRE ficará vigilante no estacionamento do prédio do tribunal todas as vezes em que houver audiência.

O grupo de voluntários, todos trajando coletes amarelos fluorescentes com a hotline do DIRE estampada, monitorará o número de casos e listará aqueles aparentemente em risco de serem alvos do ICE. Eles vasculharão o estacionamento para verificar a presença de agentes, distribuirão panfletos e divulgarão qualquer incidente, explicou o voluntário Joel Wattacherio.

O ICE tem efetuado cada vez mais detenções de pessoas que comparecem à audiência em tribunais; consequentemente, preocupando os ativistas sobre o impacto negativo que essa estratégia possa ter sobre o sistema judicial. “Nós não estamos aqui para obstruir a justiça”, disse Joel. “Nós estamos aqui para proteger a comunidade e eliminar a ameaça em nossos estacionamentos. A nossa ideia é oferecer apoio ao público”.

North Brunswick é o 1º tribunal municipal que apoia “certo nível de segurança do lado de fora da Corte”, disse Dale, que é o líder religioso da Church of Highland Park, onde 3 imigrantes buscaram refúgio da deportação. O Pastor trabalhou com as autoridades municipais para organizar o DIRE depois que agentes do ICE prenderam 3 indocumentados no estacionamento do tribunal em 2017. Até janeiro desse ano, as Cortes eram consideradas “locais sensíveis”, onde o ICE limitava suas atividades; numa lista que inclui escolas, hospitais e locais de oração.

“Para o ICE dizer que, a partir de agora, os tribunais não são  mais locais seguros, que esses não são locais sensíveis, ele se arrisca a prejudicar a sensação de segurança que nós sentimos em nosso sistema judiciário e força policial”, concluiu Dale.

 

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend