Brasileiro acusado de matar motociclista pode pegar prisão perpétua

Foto2 Harrison Braga da Costa Brasileiro acusado de matar motociclista pode pegar prisão perpétua
Harrison Braga da Costa mora com a mãe dele e tem parentes no sul da Flórida (Foto: FLPD)

Harrison Braga da Costa, de 29 anos, enfrenta a acusação de homicídio não premeditado e está preso sem direito à fiança

O Departamento de Polícia de Fort Lauderdale (FL) informou que Harrison Braga da Costa, de 29 anos, é acusado de ter matado a tiros o motociclista Cerrone Alonso, de 41 anos, durante uma briga de trânsito. O incidente ocorreu na noite de 16 de maio e o brasileiro foi preso logo em seguida.

. Entenda o caso:

Testemunhas disseram aos investigadores que Costa usou o carro dele para encurralar a motocicleta da vítima, residente em Pembroke Pines (FL), contra o acostamento da rodovia. O confronto fatal ocorreu na Northwest 9th Avenue, também conhecida como Powerline Road. O réu é acusado de homicídio sem premeditação.

Aproximadamente, às 9 horas da noite, testemunhas relataram que Costa, residente em Delray Beach (FL), encurralou a motocicleta de Alonso contra o acostamento. O brasileiro então saiu do carro e atirou contra a vítima diversas vezes, disse o promotor público estadual, Eric Linder, durante a audiência em 17 de maio. Após os disparos, o réu entrou no carro e foi embora.

O Departamento de Polícia de Fort Lauderdale não divulgou o boletim de ocorrências policiais (BO) do réu e nem descreveu o que poderia ter provocado a briga no trânsito. As autoridades informaram que Costa foi encontrado pouco tempo depois em Oakland Park (FL) e detido.

Durante a audiência, em 17 de maio, Costa riu quando Linder descreveu o que havia acontecido e balançou a cabeça como dissesse “não”. O réu alega autodefesa e que Alonso o agrediu ou ameaçou golpeá-lo com uma pedra ou qualquer outro objeto, relatou o promotor público.

A área onde ocorreu o incidente, próxima ao cruzamento da Powerline Road e West Cypress Creek Road, foi vasculhada, detalhou Linder. Rochas, tijolos ou pedras grandes que poderiam ter sido usadas como armas não foram encontradas. Os investigadores encontraram 2 capsulas de balas 9mm na estrada, próximas à motocicleta, acrescentou.

A advogada de defesa Lilas Ayandeh tentou conseguir a fiança para Costa, que mora com a mãe dele e tem parentes no sul da Flórida. “Ele não corre o risco de fuga”, disse Ayandeh.

A juíza do Condado de Broward, Jackie Powell, determinou que o réu permanecesse preso e sem direito à fiança até que ele compareça perante o juiz responsável pelo julgamento.

Em 20 de maio, parentes e amigos de Cerrone Alonso reuniram-se no clube de motociclistas que ele frequentava para homenageá-lo. “Ele era um irmão amoroso”, disse o presidente do clube, conhecido pelo apelido de “Skywalker”.

“Sim, eles realmente vão sentir falta do pai deles”, acrescentou. “Ele era tudo para eles e vice-versa”, referindo-se aos 4 filhos da vítima. “Eu saí daqui e fui direto para lá e, até eu chegar, vi a equipe o atendendo”.

Costa foi acusado de homicídio em 2º grau e, caso seja considerado culpado, poderá ser condenado à prisão perpétua.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend