“Consultora” fraudou imigrantes que buscavam a legalização

Foto5 Social Security e Green Card “Consultora” fraudou imigrantes que buscavam a legalização
Kennedy enganava os clientes dizendo que as aplicações de imigração “demoram muito tempo para ser processadas”

Helen “Abdi” Kennedy cobrava tarifas dos clientes, mas não enviava os formulários às autoridades migratórias para processamento

Uma mulher na Califórnia que dizia ser consultora de imigração fraudou diversos clientes que buscavam a cidadania e vistos, lucrando quase US$ 102 mil em tarifas sem preencher qualquer formulário, informaram as autoridades. Helen Kennedy, também conhecida como Helen Abdi, foi formalmente acusada em setembro, no tribunal federal em Norfolk (Va.). Ela enfrenta 5 acusações de fraude no envio de dinheiro e foi liberada depois de ter pagado a fiança.

Os procuradores federais de justiça disseram que Kennedy procurava iranianos postando anúncios online oferecendo ajuda na obtenção de green cards (residência legal permanente), asilo político, vistos e cidadania em troca de tarifas. Ao invés disso, ela ficava com o dinheiro e nunca enviava os formulários ao Governo Federal para processamento.

O suposto esquema de Kennedy vigorou entre junho de 2016 a janeiro de 2018. O escritório dela, o Professional US Immigration Services, não possuía licença e apresentava endereço falso, detalharam as autoridades.

Kennedy enganava os clientes dizendo que as aplicações de imigração “demoram muito tempo para ser processadas”, conforme apresentados no tribunal.

Em pelo menos um caso, ela fingiu ser advogada, mesmo que não tivesse licença para praticar Direito. Quando os clientes reclamavam dos serviços, ou falta deles, ela cortava o contato com eles.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend