Motel 6 faz acordo por ter denunciado hóspedes ao ICE

Foto8 Motel 6  Motel 6 faz acordo por ter denunciado hóspedes ao ICE
O acordo feito com 8 hóspedes latinos, incluindo 7 do Arizona e 1 do estado de Washington

Os funcionários da rede de motéis compartilhavam as listas de hóspedes com agentes de imigração  

O Motel 6 concordou em fazer um acordo num processo de ação coletiva em todo o país. A ação judicial alegava que a prática da rede de motéis de compartilhar os dados dos hóspedes com o Departamento de Imigração (ICE) violava a privacidade dos clientes latinos. Os funcionários da empresa compartilhavam as listas de hóspedes com os agentes do ICE.

O acordo feito com 8 hóspedes latinos, incluindo 7 do Arizona e 1 do estado de Washington, foi divulgado na sexta-feira (6), num tribunal federal em Phoenix.

O Motel 6 e o ​​Fundo Educacional e de Defesa Legal Mexicano-Americano (MALDEF), que representou os hóspedes, informaram que o acordo exigia a aprovação do tribunal e, portanto,  incluiria um decreto de consentimento, com posterior documentação esperada até 15 de agosto. Thomas Saenz, advogado do MALDEF, disse na terça-feira (10) que os detalhes do acordo devem ser divulgados nas próximas semanas.

“Estamos trabalhando cooperativa e construtivamente com o MALDEF para finalizar um acordo”, disse o Motel 6 em um comunicado.

A rede de motéis é controlada pela empresa Blackstone Group, que comprou a marca em 2012.

O MALDEF processou o Motel 6 em janeiro, alegando que a divulgação de listas de hóspedes era racialmente discriminatória e inconstitucional, além de permitir que as autoridades executassem prisões sem mandados ou suspeitas razoáveis ​​de que crimes haviam sido cometidos.

O processo foi aberto 4 meses depois que o jornal Phoenix New Times publicou que agentes do ICE prenderam 20 pessoas em 6 meses em filiais do Motel 6, no Arizona, usando listas de hóspedes para identificar a nacionalidade das pessoas.

O Motel 6 também foi processado em janeiro pelo procurador-geral do estado de Washington, Bob Ferguson, que disse que 6 filiais naquele estado forneceram dados de mais de 9.100 hóspedes aos agentes da ICE durante um período de 2 anos.

“O nosso caso continua a avançar. Eu ainda pretendo responsabilizar o Motel 6 e descobrir toda a história desse comportamento perturbador “, disse Ferguson em um comunicado enviado por e-mail.

A empresa de gerenciamento do Motel 6, a G6 Hospitality, informou que instruiu mais de 1.400 filiais nos EUA e Canadá, em setembro, para suspender o compartilhamento voluntário das listas de convidados com os agentes ICE.

O caso é Jane V. et al. Motel 6 Operating LP et al, U.S. Tribunal Distrital, Distrito do Arizona, nº 18-00242.

 

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend