Fã de Trump empurra mexicano em trilho de trem em NY

Foto13 Willie Ames Fã de Trump empurra mexicano em trilho de trem em NY
Willie Ames foi filmado pelas câmeras de segurança momentos antes de empurrar Luís Lopez da plataforma (Foto: NYPD)

Luís Lopez estava na estação Union Square quando foi empurrado pelo americano Willie Ames

Detetives do Departamento de Polícia de Nova York (NYPD) prenderam um indivíduo que usava um boné da campanha presidencial de Donald Trump, com os dizeres “Make America Great Again” (MAGA) que empurrou um imigrante mexicano nos trilhos na estação Union Square, informaram as autoridades na quinta-feira (26). O suspeito, identificado como Willie Ames, de 47 anos, que está em liberdade condicional, mora em Staten Island (NY) e possui ligações com o Wu-Tang Clan, foi interrogado por ter empurrado o operário da construção Civil Luís Lopez. O incidente ocorreu na sexta-feira (20), às 8:15 da noite.

A vítima estava na plataforma da estação quando Ames, usando um boné vermelho com o slogan de campanha de Trump, disse que Luís era um traficante mexicano e ladrão de empregos e, então, o empurrou em direção aos trilhos, detalhou a polícia. “Vocês vêm aqui e pegam os nossos empregos!” Gritou o agressor aos policiais. “Vocês trazem drogas!”

Luís, que imigrou aos EUA há 6 anos vindo da região de Morelos, México, havia terminado mais um turno de trabalho. O suspeito o seguiu até o terem nº 4 e proferiu uma enxurrada de xingamentos. “Eu não sei porque ele me escolheu”, disse a vítima. “Ele começou a gritar que eu estava lá para pegar o trabalho dele e que nós trazemos drogas para aqui”.

“Eu cai primeiro de cabeça”, disse a vítima à mídia. “A minha cabeça bateu no trilho. Eu tentei me levantar, mas perdi os sentidos. Eu não conseguia me mover. O meu amigo pulou para me tirar dali. Ele salvou a minha vida. Graças a Deus não vinha um trem, pois seria morte certa. Eu teria morrido se não fosse por ele”.

Lopez foi levado ao Hospital Bellevue e liberado.

A polícia prendeu Ames na manhã de quinta-feira (26) em Staten Island. Ele possui uma ficha criminal longa, incluindo uma prisão em 2008 quando ele jogou água sanitária nas pessoas numa deli, uma condenação em 2011 por tentativa de roubo, outra condenação por ter esfaqueado um indivíduo durante um jogo de dados. O caso de 2015 foi selado e arquivado. Ele é acusado de agressão física, crime motivado por preconceito, perseguição com agravantes e violação da liberdade condicional.

 

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend