Filme sobre trajetória do Bispo Edir Macedo estreia em Newark

Foto11 Edir Macedo  Filme sobre trajetória do Bispo Edir Macedo estreia em Newark
Edir Macedo, bispo da igreja Universal e dono da Rede Record, é um dos líderes religiosos mais influentes da atualidade no Brasil
Foto11 Cityplex 12 Newark Filme sobre trajetória do Bispo Edir Macedo estreia em Newark
O filme “Nada a Perder – Contra Tudo. Por Todos” será exibido no Cityplex 12 Newark nos seguintes horários acima

A obra “Nada a Perder – Contra Tudo. Por Todos” será exibida no Cityplex 12 Newark

Na sexta-feira (11), o filme “Nada a Perder – Contra Tudo. Por Todos”, que retrata a vida do Bispo Edir Macedo, estreará no Cityplex 12 Newark, na 360-394 Springfield Avenue. A obra retrata a trajetória vivida pelo bispo da igreja Universal e dono da Rede Record, um dos líderes religiosos mais influentes da atualidade no Brasil. Informações e reservas de bilhetes podem ser obtidas através do tel.: (201) 539-3405.

Edir Macedo nasceu no dia 18 de fevereiro de 1945,  na pacata cidade de Rio das Flores, Rio de Janeiro. Ele foi o quarto filho de Henrique Bezerra e Eugênia de Macedo Bezerra, dona Geninha, como era carinhosamente conhecida. Ao todo, essa mãe guerreira teve 33 gestações, mas apenas sete filhos sobreviveram.

“Eu e meus irmãos fomos criados com austeridade, aos berros e repreensões agressivas de meu pai. A disciplina era uma regra inviolável em casa. Minha mãe era a protetora do lar, a mulher que nos criou com amor e zelo tão grandes que nos fizeram jovens sem rebeldia”, relatou Macedo no Blog da Universal.

. História de luta:

Após seu encontro com Deus, o objetivo de Edir Macedo era acertar na escolha da esposa. Foi quando conheceu a bela jovem Ester Eunice Rangel, um moça distinta e de família evangélica. O romance foi relâmpago. Em 8 meses, eles namoraram, noivaram e casaram. Foi no dia 18 de dezembro de 1971 que eles firmaram aliança em uma cerimônia na Igreja Nova Vida, no bairro de Bonsucesso, no Rio de Janeiro.

O jovem casal esperava a segunda filha, Viviane. Mas a imagem ao receber a recém-nascida marcaria sua vida. Magrinha, com olheiras e o rosto deformado. Ela havia nascido com uma doença chamada de lábio leporino e palato fendido. “Ester tentava limpar o rosto encharcado de tantas lágrimas. Chorei também. Mas elevei meu pensamento para Deus. Meu corpo estava possuído por uma fortaleza inexplicável. Minha dor me transportou direto para o trono de Deus. Decidi orar. Mas não foi uma oração comum. Fechei as mãos e, com raiva, esmurrei a cama inúmeras vezes”, lembrou.

“Meu Deus, agora ninguém vai me parar. Não tem família, não tem esposa, não tem futuro, não tem sentimento, não tem nada. Ninguém vai me parar! Ninguém, ninguém! Chega, chega! Ali foi gerada a Igreja Universal do Reino de Deus”, acrescentou, no Blog da Universal.

. O início: 

Tudo começou em um coreto no subúrbio do Rio de Janeiro. Com teclado, microfone e uma Bíblia, Edir Macedo ia todos os sábados ao bairro do Méier. Subia os sete degraus do coreto e pregava para poucos. Esses eram os primeiros passos da Igreja Universal do Reino de Deus, cuja principal incentivadora (e fiadora) foi a senhora Eugênia, mãe do bispo. O jovem Edir Macedo começou a trabalhar na loteria do Rio de Janeiro aos 16 anos. Ali galgou degrau por degrau e chegou ao posto de chefe da tesouraria, mas era hora de abandonar tudo em prol do Evangelho. A primeira igreja foi erguida onde funcionava uma antiga funerária, no bairro da Abolição, no Rio de Janeiro. O primeiro culto foi realizado naquele local, pelo bispo Macedo, em 9 de julho de 1977, uma das primeiras reuniões da história da Igreja Universal do Reino de Deus. Milhões de pessoas seriam resgatadas a partir daquele simples trabalho evangelístico.

Os anos 1980 avançaram com o crescimento da quantidade de horários alugados em rádio e televisão, mas sem ainda concretizar o antigo objetivo de ter o próprio meio de comunicação. Até que surgiu a chance da primeira aquisição: a Rádio Copacabana, uma das emissoras AM mais populares e famosas do Rio de Janeiro naquele período. A trajetória de expansão da Universal por dezenas e dezenas de nações começou pelos Estados Unidos, quando o bispo Macedo viajou até Nova York, apenas 9 anos após abrir o primeiro templo no Brasil.

. O Templo de Salomão:

O evento do Lançamento da Pedra Fundamental foi realizado no terreno da construção do Templo de Salomão, no bairro do Brás, região central de São Paulo, e reuniu milhares de pessoas, no dia 8 de agosto de 2010. As reuniões realizadas em dois horários pelo bispo Macedo já mostravam o futuro daquela grande obra, projetada de acordo com as referências bíblicas.

. O lançamento da Trilogia:

O lançamento do primeiro volume da trilogia de memórias do bispo Macedo, o “Nada a Perder 1”, traz momentos de decisão e descobertas espirituais contadas com riqueza de detalhes. Uma comovente volta ao passado com lições para o presente e o futuro. A obra ficou entre as mais vendidas, alcançando o número de mais de 1 milhão de livros comercializados, em mais de 46 lançamentos oficiais ao redor do mundo. O lançamento nacional do segundo volume da biografia de Edir Macedo, “Nada a Perder 2 – Meus desafios diante do impossível”, reuniu artistas, empresários, autoridades e jornalistas na noite do dia 28 de agosto, no hotel Copacabana Palace, no Rio de Janeiro. A obra alcançou mais de 3 milhões de exemplares vendidos. Neste terceiro volume, “Nada a Perder 3 – Do Coreto ao Templo de Salomão: a Fé que Transforma”, são trazidas histórias inéditas e lições de vida construídas pelo bispo como pai e como marido. Em depoimentos emocionantes, o bispo Edir Macedo fala sobre seu casamento com dona Ester Bezerra, uma união que já dura mais de 40 anos.

 

 

 

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend