ICE dobra o número de auditorias em empresas nos EUA

Foto23 Agentes do ICE ICE dobra o número de auditorias em empresas nos EUA
O ICE é responsável por manter as leis estabelecidas pelo IRCA de 1986, o qual exige que os patrões verifiquem a identidade e a elegibilidade dos trabalhadores contratados (Foto: ICE)

Entre 1 de outubro de 2017 a 4 de maio desse ano, os agentes do HSI realizaram 3.510 investigações nos locais de trabalho

Menos de 7 meses em que o diretor interino do Departamento de Imigração (ICE), Thomas Homan, emitiu uma diretriz que determinava o aumento de auditorias em locais de trabalho, o número já dobrou, nesse ano fiscal. As operações visam garantir que as empresas contratem somente pessoas autorizadas a trabalhar legalmente nos EUA.

Entre 1 de outubro de 2017 a 4 de maio desse ano, os agentes do Departamento de Investigações de Segurança Nacional (HSI) realizaram 3.510 investigações nos locais de trabalho; iniciando 2.282 auditorias no formulário I-9 e realizou 594 prisões criminais e 610 detenções administrativas. Em comparação com o ano fiscal de 2017, entre outubro de 2016 e setembro de 2017, o HSI realizou 1.716 investigações, iniciou 1.360 auditorias no formulário I-9 e realizou 139 prisões criminais e 172 detenções administrativas.

“A nossa estratégia de verificar o cumprimento das leis nos locais de trabalho focaliza na penalização dos empregadores que conscientemente burlam as leis e o uso das auditorias do formulário I-9 e multas para encorajar o cumprimento das leis”, disse Derek N. Benner, diretor executivo do HSI. “Os investigadores do HSI nos locais de trabalho ajuda a combater a exploração dos trabalhadores, salários abaixo da lei, trabalho infantil e outras práticas ilegais”.

O ICE é o órgão responsável por manter as leis estabelecidas pelo “Immigration Reform & Control Act” (IRCA) de 1986, o qual exige que os patrões verifiquem a identidade e a elegibilidade dos trabalhadores contratados. Essas leis visam proteger as vagas de trabalhos para os trabalhadores americanos, parte de uma estratégia ampla no combate a contratação de trabalhadores ilegais. As inspeções representam uma ferramenta importante que o governo federal usa para garantir que as empresas cumprem as leis trabalhistas.

Os avisos de inspeção alertam aos donos das empresas que o ICE realizará as auditorias nos documentos delas para verificar se estão cumprindo as leis. Os empregadores têm que apresentar os formulários I-9 arquivados pela companhia em até 3 dias úteis, depois disso os agentes do ICE realizam a inspeção. Caso os empregadores não estejam cumprindo as leis, as empresas podem ser multadas e os donos indiciados na justiça por conscientemente burlarem as leis. Todos os trabalhadores indocumentados que forem encontrados nos locais de trabalho estão sujeitos à detenção e deportação dos EUA.

No ano fiscal de 2017, as companhias pagaram o total de US$ 97.6 milhões em multas, confiscos e restituições, US$ 7.8 milhões em multas civis, incluindo uma companhia cujas multas representam o maior pagamento imposto num caso migratório.

“Os empregadores precisam entender que a integridade dos nossos arquivos empregatícios é tão importante para o governo federal quanto a integridade das declarações do imposto de renda e dados bancários. Todas as empresas, independente do tamanho, localização ou tipo devem cumprir as leis”, disse Benner. “As auditorias nos locais de trabalho protegem as vagas para os cidadãos americanos e aqueles que vivem legalmente no país, elimina a competitividade desleal das companhias que contratam a mão-de-obra ilegal, além de fortalecer a segurança pública e nacional”.

 

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend