Batidas do ICE resultam na prisão de 7 brasileiros em NJ

Foto10 Batida ICE  300x200 Batidas do ICE resultam na prisão de 7 brasileiros em NJ
Os imigrantes presos são naturais de uma dúzia de países, incluindo 21 do México, 9 de El Salvador e 7 do Brasil, detalhou o ICE

As autoridades migratórias criticaram as penitenciárias dos condados por libertarem imigrantes procurados

Autoridades de imigração prenderam 54 pessoas em New Jersey em uma operação de uma semana. As batidas visaram os imigrantes que haviam sido libertados anteriormente de prisões locais sob uma política controversa que limita quando a polícia pode cooperar com agentes de imigração, disseram autoridades federais na quinta-feira (26).

Os imigrantes presos são naturais de uma dúzia de países, incluindo 21 do México, 9 de El Salvador e 7 do Brasil, detalhou o Departamento de Alfândega & Imigração (ICE).

A ação visou imigrantes indocumentados que haviam sido libertados de prisões locais em New Jersey, ao invés de serem entregues às autoridades federais para possível deportação.

As autoridades do ICE também divulgaram um “cartaz de procurado” mostrando outros imigrantes que estavam sendo procurados e que haviam sido libertados das penitenciárias dos condados de New Jersey.

“Os agentes de deportação da ERRO (operações de remoções e cumprimento das leis do ICE) estão comprometidos em aplicar as leis de imigração de maneira justa e profissional”, disse Ruben Perez, diretor interino do escritório do ICE em Newark. “Essas operações vitais mostram claramente quem o ICE visa em um esforço para proteger a nação, enquanto procuram remover estrangeiros criminosos que representam uma clara ameaça à segurança pública”.

O anúncio das 54 prisões, realizado em uma coletiva de imprensa do ICE em Newark, intensificou a disputa entre autoridades de New Jersey e autoridades federais de imigração com relação as políticas do estado sobre quando as prisões locais podem honrar os pedidos de detenção dos agentes de imigração.

No início deste ano, o Governador Phil Murphy emitiu diretrizes sobre quando os 36 mil polícias locais e estaduais do estado podem acatar um “pedido de detenção da imigração” ou uma solicitação do ICE de que os detentos permaneçam presos até que agentes federais possam buscá-los e levá-los aos centros de detenção para aguardar audiências de deportação.

As novas regras, chamadas “Diretrizes de Confiança do Imigrante”, determinam que as prisões locais não podem honrar um “pedido de prisão do ICE” em New Jersey, a menos que o detido tenha sido acusado ou condenado por um crime grave ou tenha uma ordem de deportação pendente emitida por um juiz.

Os agentes do ICE se opuseram às novas regras, considerando New Jersey um “estado santuário” por não ter mantido presos os imigrantes indocumentados até que os agentes federais possam buscá-los. As autoridades de New Jersey responderam que não é legal as prisões locais manter presos para o ICE sem ordem judicial.

O ICE não divulgou as identidades das 54 pessoas presas durante o período de 1 semana e nem informaram o horário ou os locais de onde os imigrantes foram presos. No entanto, as autoridades federais destacaram outros três imigrantes que ainda estão sendo procurados:

. Luciano Trejo Dominguez, de 33 anos, foi preso em 12 de agosto pela polícia de Vineland por suposto abuso sexual de menor de idade entre 13 e 15 anos, informou o ICE. As autoridades de imigração emitiram um pedido de prisão para que ele fosse mantido detido na Penitenciária do Condado de Cumberland após sua prisão, mas ele foi libertado em 23 de agosto.

. Edgar Camarillo Ruiz, de 33 anos, foi preso pela polícia de New Brunswick por suposta agressão simples/violência doméstica em 18 de agosto, informou o ICE. As autoridades de imigração emitiram um pedido de detenção no dia seguinte, mas ele foi libertado da Penitenciária do condado de Middlesex.

. Elvis Rafael Cabrera Vasquez, de 38 anos, foi preso na véspera de Natal no ano passado pela polícia de Perth Amboy por suposta agressão simples/violência doméstica. Ele foi libertado da Penitenciária do Condado de Middlesex no mesmo dia, apesar de um pedido de detenção do ICE, disseram autoridades federais. Ele foi preso novamente em 14 de fevereiro por supostamente violar a ordem de restrição por violência doméstica e libertado novamente pelas autoridades do condado.

Em 2018, as autoridades do Condado de Middlesex se opuseram às alegações do ICE de que as autoridades de New Jersey estejam colocando o público em perigo liberando imigrantes sem documentos antes que eles possam ser detido por agentes de imigração. O ICE recusou o pedido do Estado de que os agentes federais tenham que até um juiz e pedir que um prisioneiro deve ser mantido até que os agentes de imigração o detenham.

“Os representantes do ICE foram repetidamente avisados de que o condado honraria todas as ordens de um juiz federal para deter um preso”, disseram autoridades do Condado de Middlesex em comunicado. “O ICE tem autoridade legal e os recursos para garantir tais ordens de um juiz federal em relação a qualquer preso sob custódia do condado que ele pretenda deter ou deportar, mas optou por não buscar essas ordens”.

O ICE informou ter prendido 158.581 imigrantes em todo o país no ano fiscal de 2018, as últimas estatísticas disponíveis. Cerca de 90% dos detidos tinham condenações criminais, acusações pendentes ou já haviam recebido ordens de deportação.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend