Ladrão armado rouba carro no bairro do Ironbound

Foto22 Avenue C Newark NJ Ladrão armado rouba carro no bairro do Ironbound
O incidente ocorreu na Avenue C (detalhe), na região sul do bairro do Ironbound, em Newark (NJ) (Foto: Google)

O incidente aconteceu pouco antes da 5:45 am na Avenida C, em Newark (NJ)

Na manhã de domingo (8), um ladrão roubou um carro à mão armada no bairro do Ironbound, em Newark (NJ). Segundo as autoridades, a polícia foi acionada no 23 Avenue C para investigar a denúncia do roubo de um veículo, numa área predominantemente industrial do bairro.

Os agentes chegaram ao local e foram informados pela vítima que um indivíduo branco ou hispânico mostrou uma pistola e exigiu o carro, pouco antes das 5:45 da manhã. A polícia detalhou que a vítima entregou o Acura TSX, 2009, de 4 portas e vidros fumê ao criminoso.

Veículo possui a placa (NJ) R56-LSR, detalharam as autoridades. O indivíduo foi descrito como 5’8 a 5’10 de altura, pesa aproximadamente 170 libras (78 Kg) e trajava uma jaqueta preta no momento do roubo.

As autoridades locais pediram a ajuda da população na localização do indivíduo. As denúncias podem ser enviadas através do tel.: (973) 733-6000. A polícia alertou às pessoas a não falarem ou se aproximarem do suspeito.

Não houve feridos durante o incidente.

. Outro caso na região:

Na madrugada de sábado (31), três indivíduos agrediram e roubaram um morador no bairro do Ironbound, em Newark (NJ). O incidente, registrado por câmeras de segurança, ocorreu às 2:30 am, na Warwick St.

O vídeo mostra um homem caminhando pela calçada quando três indivíduos trajando suéteres com capuz se aproximam dele. Um dos ladrões conversa rapidamente com a vítima. De repente, os três indivíduos começam a agredir violentamente o homem e pegam os pertences que estava nos bolsos dele enquanto ele estava caído na calçada. A polícia não localizou a vítima para interroga-la e os três suspeitos continuam soltos.

O detetive do Departamento de Polícia de Newark, Michael Silva, ofereceu dicas de segurança aos moradores no bairro do Ironbound.

“Boa noite, eu estive em contato com a pessoa que postou o vídeo e espero que esse cavaleiro esteja e bem e compareça para preencher um boletim de ocorrência policial. Caso qualquer pessoa na área conheça a vítima, por favor, peça-lhe para me ver no 3º Precinto na Market Street”, disse Silva.

“Sim, você deveria poder andar nas ruas à noite. Eu não vou discordar de ninguém com relação a isso, mas, se você for caminhar sozinho tarde da noite, talvez seja melhor pegar um carro ou Uber. Caso essas duas opções não estejam disponíveis, caminhe numa rua que seja principal com muito tráfego e movimento. Mantenham-se seguros, todos”, acrescentou.

Os residentes consideraram os comentários do detetive absurdos para os contribuintes que vivem na Warwick Street, no Ironbound ou qualquer lugar na cidade de Newark. Segundo eles, esses ataques são comuns na região do Ironbound e geralmente acontecem com residentes no bairro leste que são indocumentados, ou seja, estão em situação irregular no país.

“Nós temos certeza que o detetive tem noção de que as vítimas têm medo de denunciar com medo de serem perseguidas pela polícia local ou entregues às autoridades federais para possível deportação. Então, eles não denunciam crimes violentos no Ironbound ou por toda a cidade mesmo se forem vítimas”, disse um morador na Warwick Street.

“Isso é para as pessoas que veem as coisas e não fazem nada. Caso você veja algo, não pare para filmar, pare para ajudar o necessitado ou a polícia em Newark. Nós no Ironbound precisamos de mais patrulhamento policial ao invés de ficar dando multas, circule e patrulhe as ruas para que possamos caminhar de forma segura nelas. Hoje em dia, nenhuma rua no Ironbound é segura. Você pode ser atacado a qualquer hora do dia e da noite em qualquer rua. Isso acontece porque os indivíduos que fazem isso sabem que nós não temos patrulhamento policial nas ruas”, postou Joana Gonçalves nas redes sociais.

Um internauta identificado como “Manny” postou na página da RLS Media “obrigado RLS, essas as minhas câmeras de vigilância em frente à minha casa. Eu tentei falar com o rapaz, mas ele tem medo de prestar ocorrência porque é um imigrante indocumentado”.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend