Limite de isenção para compras nos freeshops será de US$ 1.000

Foto18 Freeshop Limite de isenção para compras nos freeshops será de US$ 1.000
Valor, que atualmente é de US$ 500, é aplicado a viagens aéreas e marítimas

Novo limite passa a valer a partir de 1º de janeiro de 2020

O limite de isenção para compras nos freeshops em viagens aéreas ou marítimas passará  a ser de US$ 1.000 dólares a partir de 1º de janeiro de 2020. O valor foi atualizado pela Portaria nº 559, de 14 de outubro de 2019, assinada pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, e publicada no Diário Oficial da União desta terça-feira (15).

Os efeitos da medida, que podem ser consultados no quadro abaixo, serão de aproximadamente R$ 62,64 milhões em 2020.

A s reformas feitas pelo Governo Brasileiro foram o destaque das falas das autoridades brasileiras no discurso de abertura da edição 2019 do Brasil Investment Forum (BIF), em português, Fórum de Investimentos Brasil (FIB), o maior evento sobre atração de investimentos para o Brasil, que ocorre em São Paulo (SP), durante os dias 10 e 11 outubro.

O perfil dos mais de 2.200 inscritos inclui autoridades governamentais, empresários, investidores brasileiros e estrangeiros, startups e executivos de alto escalão de grandes corporações.

Em seu discurso de abertura, o Presidente da República, Jair Bolsonaro, direcionou a sua fala aos investidores estrangeiros presentes, convocando-os a investir no Brasil. “Para nós conquistarmos a confiança de vocês, não valem apenas bons discursos. Temos de provar na prática o que somos e o que estamos fazendo. A responsabilidade jurídica e a garantia estão acima de tudo para nós, e é dessa forma que queremos cativá-los. Estamos aqui, porque acreditamos em vocês, e vocês estão aqui porque acreditam no Brasil. O que nós queremos é um Brasil melhor para todos, e o mundo estará muito melhor se o Brasil também melhorar”, destacou o Presidente.

O FIB é organizado em parceria pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Ministério das Relações Exteriores e Ministério da Economia. O presidente do BID, Luis Alberto Moreno, exaltou a provável aprovação da reforma da previdência pelo Congresso Nacional brasileiro como um fator crucial para fortalecer a confiança no país. “A aprovação trará investimentos a longo prazo e beneficiará futuras gerações. Nesse sentido, o Brasil está se diferenciando de outros países”, disse. Moreno também ressaltou o setor de tecnologias em sistemas financeiros (a chamada fintech) como um setor forte no Brasil. “Em fintech o Brasil está na vanguarda dos países da América Latina, e essa revolução na indústria bancária é importante porque estende o benefício a mais pessoas”, afirmou.

Alguns dos setores da economia que serão tema de destaque no FIB 2019 são energia, inserção do Brasil na economia global, defesa, agronegócio, relações de trabalho, infraestrutura e tecnologia. “O amplo leque de temas indica a medida da importância do evento e de sua incomparável funcionalidade para a atualização a respeito do ambiente de negócios do Brasil e das ofertas estratégicas que o país apresenta ao investidor”, afirmou Sergio Segovia, Presidente da Apex-Brasil, na abertura do BIF. Para Segovia, é fundamental que a Apex-Brasil seja reconhecida como ponto focal operacional para o atendimento ao investidor estrangeiro e para a execução das políticas públicas de atração de Investimento Estrangeiro Direto no Brasil.

Ludger Schuknecht, Secretário-Adjunto da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), também reforçou a importância das reformas em curso no Brasil. “Queremos trabalhar juntos para fazer do Brasil um destino mais atrativo para os investidores. O País está lentamente saindo de uma recessão longa rumo a uma recuperação sustentável, e para isso é fundamental ter políticas públicas bem desenhadas”, ressaltou. A OCDE é uma das principais referências, em âmbito global, para as políticas públicas que impactam na economia dos países.

Saiba mais sobre o Brasil Investment Forum em www.brasilinvestmentforum.com

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend