Newark recuperará o controle de suas escolas em 2020

Foto21 East Side High School Newark recuperará o controle de suas escolas em 2020
Vários imigrantes brasileiros ou seus filhos estudam no East Side High School, no bairro do Ironbound, em Newark (NJ) (Foto: BV)

Após 23 anos, a transição do poder estadual para o municipal acontecerá no início de janeiro do ano que vem

A cidade de Newark (NJ) está a caminho para recuperar o controle total de suas escolas no início do próximo ano, encerrando formalmente o poder estadual de décadas, informaram as autoridades estaduais nesta semana. O Estado restaurou a autoridade do Conselho Escolar eleito de Newark em 2018, sob a condição de atender aos requisitos de um plano de transição de 2 anos. Um relatório de progresso recém-divulgado informa que o Distrito Escolar até agora “implantou completamente” esses requisitos, de acordo com uma apresentação na quarta-feira (4) perante a Junta de Educação do estado. Caso o Distrito continue nesse curso, ele sairá do monitoramento estadual e concluirá o retorno ao controle municipal em fevereiro.

“Eles estão se comportando exatamente como um distrito escolar modelo deveria se comportar”, disse Lamont Repollet, comissário de Educação de NJ, após a reunião do Conselho. Ele também citou o comentário positivo do “profissional altamente qualificado” de Newark, um monitor estatal que supervisiona a transição.

“Estamos muito confortáveis e confiantes de que, se continuarem trabalhando com um profissional altamente qualificado”, acrescentou Repollet, “chegarão a um ponto em que teremos o prazer de entregar as chaves das escolas públicas de Newark”.

O relatório de progresso é o 2º que Newark recebeu e cobre 6 meses que terminaram em 31 de julho, embora os resultados não tenham sido divulgados até esta semana. O documento avalia se Newark está realizando as atividades no plano de transição, como escolher e avaliar um novo superintendente, garantir que os membros do Conselho Escolar participem de sessões de treinamento e apresentar um orçamento equilibrado.

O Distrito Escolar recebeu pontuações perfeitas em todas as medidas, de acordo com o relatório produzido pelo Centro de Pesquisa do Governo Local de Bloustein na Universidade Rutgers. O Centro emitirá um relatório final em janeiro, baseado no qual o Estado decidirá se deve finalizar o retorno de Newark ao controle municipal.

“Estamos extremamente empolgados e aguardamos os relatórios sobre o incrível trabalho que realmente fizemos”, disse o superintendente de Newark, Roger León, em uma reunião do Conselho Escolar no mês passado.

Muitas das informações contidas no relatório de progresso foram fornecidas por Anzella King-Nelms, ex-diretora de Newark e vice-superintendente escolhida pelo Estado para servir como profissional altamente qualificado. Nessa função, ela alternou entre consultora e monitora; ajudando Newark a aderir ao plano de transição e também informando o Estado de seu progresso.

Anzella também enviou um relatório de progresso, que aponta para vários sinais de que a transição de Newark para o controle municipal está ocorrendo sem problemas. Por exemplo, nenhuma queixa ética foi apresentada contra o Conselho Escolar, avaliações obrigatórias dos professores foram realizadas e León lançou um plano estratégico para o Distrito, escreveu ela.

O estado assumiu o controle das escolas de Newark em 1995, citando resultados sombrios nos testes e corrupção no Conselho Escolar. O Conselho foi colocado em uma função consultiva e perdeu o poder de nomear o superintendente do Distrito. Após o esforço há vários anos de ativistas e líderes políticos de Newark para recuperar o controle local das escolas, o Estado restaurou a autoridade do Conselho em fevereiro de 2018, mas manterá o monitoramento estadual até 2020.

Em maio de 2018, o novo Conselho nomeado León como superintendente, fazendo dele o primeiro superintendente escolhido localmente por Newark em quase 23 anos. Na reunião do Conselho Estadual desta semana, o membro do Conselho, Arcelio Aponte, elogiou León.

“Acho que ele é um líder incrível”, disse Aponte. “Eu certamente desejo a ele tudo de bom e progresso contínuo para o Distrito.”

Dois outros distritos, Jersey City e Paterson, também estão nos estágios finais de saída do controle do Estado.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend