NJ: Votação da carteira para indocumentados será na segunda-feira (16)

Foto14 Carteira de motorista NJ NJ: Votação da carteira para indocumentados será na segunda feira (16)
A Assembleia, controlada por democratas, já está agendada para votar a medida na segunda-feira (16)

Na quinta-feira (15), o projeto de lei foi aprovado pelo Comitê Estadual do Senado por 5 votos a favor e 2 votos contra

Na quinta-feira (12), mais de 150 ativistas aplaudiram na sala lotada na sede do governo de New Jersey em Trenton a votação a favor do projeto de lei que concede aos imigrantes indocumentados o direito de obter a carteira de motorista. A proposta democrata, que os defensores dizem que tornaria as estradas mais seguras para todos e que os opositores argumentam que daria privilégios às pessoas que violaram a lei, foi aprovada pelo Comitê Estadual do Senado.

A Assembleia, controlada por democratas, já está agendada para votar a medida na segunda-feira (16). Caso o Senado estadual, controlado pelo Partido Democrata, também aprovar, o projeto de lei seguirá para o governador Phil Murphy, também democrata e já adiantou que o assinará.

Os apoiadores da Proposta A-4743 superaram os adversários no Comitê de Transporte do Senado, na quinta-feira (15), que a aprovaram na votação de 5 a favor e 2 contra.

“Por que você viria aqui hoje se não quis fazer a coisa certa?”, Perguntou o senador estadual, Patrick Diegnan (D-Middlesex), presidente do comitê, que votou a favor do projeto de lei após cerca de 3 horas de depoimentos.

“Sei que isso pode ser difícil para algumas pessoas”, disse a senadora estadual, Teresa Ruiz (D-Essex), uma das principais patrocinadoras do projeto. “(Mas) o resultado é um grande investimento em capital humano. O motorista mais seguro é um motorista treinado, testado e segurado”.

Entretanto, a oposição foi feroz. “A carteira de motorista para imigrantes ilegais é uma afronta pessoal para os milhões de famílias de New Jersey que obedecem a lei, seguem as regras e ainda lutam para sobreviver, porque seus representantes defendem idealismo ao invés de ideias e promovem o progressismo em detrimento da praticidade”, disse Doug Steinhardt, presidente do Partido Republicano de New Jersey.

O projeto permite a emissão de 2 categorias de carteiras de motorista e cédulas de identidade (ID): Uma compatível com as exigências do Real ID Act, que permite ao titular embarcar em voos domésticos, e outra para dirigir, que seria emitida aos imigrantes independentemente do status migratório, além de certos idosos e outras pessoas que não possuem documentos. Entretanto, a proposta não se aplica às carteiras de motorista comerciais.

O Real ID indicaria o status migratório do portador e a carteira de motorista não. Qualquer pessoa que obtenha uma carteira de motorista precisará fornecer documentos para passar no sistema de 6 pontos da Comissão de Veículos Motorizados (DMV) para comprovar a  identidade.

Os opositores questionaram como uma lei que Murphy aprovou em 2018, a qual registra automaticamente as pessoas para votar se solicitarem a carteira de motorista ou carteira de identidade (ID) se aplicaria aos imigrantes indocumentados que solicitassem a carteira de motorista. A chefe do DMV, Sue Fulton, respondeu que existem milhares de pessoas no estado que não são residentes legais permanentes, mas elas podem solicitar a carteira de motorista, pois já existe um processo para garantir que os indocumentados não sejam adicionados aos boletins de voto.

“Não há sequer um caso documentado de que um não cidadão tenha votado ou tentado votar no estado de New Jersey”, disse ela.

Existem mais de 466 mil imigrantes indocumentados em idade suficiente para dirigir em New Jersey, de acordo com um estudo realizado em 2018 pelo grupo NJ Policy Perspective, com tendências de esquerda.

New Jersey se juntaria a pelo menos uma dúzia de outros estados que concedem carteiras de motoristas aos imigrantes indocumentados. Os outros estados com esses programas são Califórnia, Colorado, Connecticut, Delaware, Havaí, Illinois, Maryland, Nevada, Novo México, Utah, Vermont e Washington.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend