Petição para a renúncia de Stephen Miller supera 20 mil assinaturas

Foto19 Alexandria Ocasio Cortez e Stephen Miller Petição para a renúncia de Stephen Miller supera 20 mil assinaturas
A congressista Alexandria Ocasio Cortez tem sido uma crítica persistente e frequente de Stephen Miller e de suas políticas rígidas de imigração

O conselheiro do Presidente Trump tornou-se conhecido pelo combate à imigração clandestina e a diminuição da imigração legal

Um abaixo-assinado organizado pela Deputada Federal Alexandria Ocasio Cortez (D-Queens) exigindo a renúncia do conselheiro presidencial, Stephen Miller, agora tem mais de 20 mil assinaturas.

“Os e-mails vazados mostram Stephen Miller distribuindo teorias da conspiração nacionalistas brancas, alegando o ‘genocídio branco’ e obcecado com a perda de monumentos confederados após o ataque terrorista perpetrado por Dylann Roof, na Carolina do Sul”, disse ela.

“Agora, ele está na Casa Branca propondo violações massivas aos direitos humanos contra imigrantes na fronteira, desde separações familiares até detenções de crianças. Não podemos permitir nacionalistas brancos na Casa Branca. Assine abaixo para pedir a demissão imediata de Stephen Miller”, acrescentou AOC.

A congressista tem sido uma crítica persistente e frequente de Miller e de suas políticas rígidas de imigração. O Presidente Trump planeja acelerar sua agenda de imigração já agressiva no próximo ano, de acordo com assessores sêniores. No topo de sua lista estará a construção de 1,6 km por dia de novo muro na fronteira entre os EUA e México, combate a obstáculos judiciais e um novo green card (residência legal permanente) baseado em mérito para trabalhadores estrangeiros.

“O próximo ano é sobre execução. Temos um caminho para o sucesso completo na fronteira sul, a chave agora é a implantação rigorosa”, disse o chefe de política de Trump, Stephen Miller. “Vamos elevar isso ao máximo”, acrescentou ele sobre a pressão do governo para interromper a imigração ilegal e tornar mais rigorosa a verificação dos estrangeiros que entram nos EUA.

As autoridades citaram os principais sucessos deste ano, como conseguir que os países latino-americanos forneçam asilo a imigrantes que no passado se dirigiram aos EUA, apelando nos tribunais de instâncias inferiores para mudanças de política e emitindo ordens executivas para manter os imigrantes fora da Previdência Social (Welfare).

Em uma entrevista, Miller disse: “Este presidente conseguiu mais no que diz respeito à mais do que qualquer outro presidente”. Ele acrescentou: “Pela primeira vez em todo o mundo estamos combatendo a corrupção no fórum e a fraude de asilo, estamos alcançando acordos bilaterais de cooperação em matéria de asilo, estamos exigindo o consentimento estatal e local antes que os refugiados sejam enviados às comunidades locais, estamos realizando vistoriando a mídia social”.

“As coisas que antes pareciam impossíveis agora são apenas conquistas diárias”, comentou.

Miller também disse que a intensificação da inspeção na Alfândega dos EUA forçou outros países a elevar seus padrões. “Aumentamos a base da segurança para todo o planeta Terra”, disse Miller.

Até o próximo ano, espera-se que Trump tenha sua equipe de imigração já montada e, provavelmente, em “vigor”.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend