Trump perde disputa para impedir divulgação do próprio imposto de renda

Foto13 Donald Trump Trump perde disputa para impedir divulgação do próprio imposto de renda
Os advogados de Trump ainda podem apelar antes que a decisão entre em vigor

Na votação de 2 a favor e 1 contra, os juízes da Corte Federal de Apelações rejeitaram a tentativa do Presidente de bloquear as informações dele

Na sexta-feira (11), o Presidente Donald Trump perdeu a apelação dele para impedir que a Câmara dos Deputados tenha acesso aos arquivos financeiros dele. Na votação de 2 a favor e 1 contra, os juízes da Corte Federal de Apelações rejeitaram a tentativa do líder da nação de evitar a empresa de contabilidade contratada por ele, a Mazars LLP, libere os documentos, incluindo as declarações do imposto de renda.

O Comitê de Supervisão da Câmara convocou a Mazars em abril, fazendo que Trump acionasse judicialmente, sob a alegação que tal convocação carecia de “propósito legislativo”.

“Contrário aos argumentos do Presidente, o Comitê possui a autoridade em ambas as determinações da Câmara e a Constituição para emitir a ordem e a Mazars deve acatar”, escreveu o Juiz David Tatel.

“Nós concordamos que, ao emitir a convocação, o Comitê estava emprenhado numa ‘investigação legislativa legítima”, acrescentou.

A determinação judicial de sexta-feira (11), que reafirma a decisão de tribunais de instâncias inferiores, significa que o Congresso poderá obter 8 anos passados dos arquivos das transações comerciais de Trump. Os advogados de Trump ainda podem apelar antes que a decisão entre em vigor.

O Presidente também disputa na justiça o procurador de justiça distrital de Manhattan, Cyrus Vance, numa ação judicial similar contra a Mazars, como parte de uma investigação criminal.

Uma Corte de Apelações concedeu o pedido de Trump enquanto avaliava o caso, no início dessa semana. O tribunal espera ouvir os argumentos sobre o caso na quarta-feira (23).

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend