Trump sugere “abertura” se derrotar DACA na Corte Suprema

Foto29 Donald Trump Trump sugere “abertura” se derrotar DACA na Corte Suprema
“Tenha certeza de que se Corte Suprema fizer o que todos dizem que deve, com base na lei, um acordo bipartidário será realizado para o benefício de todos!” Postou no Twitter

É provável que os legisladores democratas vejam com mais ceticismo a última proposta presidencial

Na sexta-feira (6), o Presidente Trump sugeriu que, se ele prevalecer em um caso da Suprema Corte, ele estaria “aberto” a um acordo bipartidário no Congresso sobre o programa da era Obama que protege da deportação os jovens imigrantes indocumentados trazidos aos EUA ainda na infância. Em uma série de postagens no Twitter, Trump analisou um caso que a Corte Suprema concordou em junho em ouvir na próxima temporada sobre se o governo dele tentou ilegalmente encerrar o programa de Ação Diferida por Chegadas de Infância (DACA).

“A DACA irá perante a Suprema Corte”, postou Trump, acrescentando: “Tenha certeza de que se Corte Suprema fizer o que todos dizem que deve, com base na lei, um acordo bipartidário será realizado para o benefício de todos!”

Desde a decisão de seu governo de suspender o programa em 2017, Trump, às vezes, disse que gostaria de encontrar uma maneira de proteger os jovens beneficiados pelo programa. Entretanto, as tentativas de elaborar um compromisso político fracassaram em meio ao amplo debate partidário sobre imigração e segurança nas fronteiras.

É provável que os legisladores democratas vejam com mais ceticismo a última proposta de Trump.

Os tribunais inferiores disseram que a decisão de Trump de rescindir o DACA se baseou em raciocínio jurídico defeituoso e que o governo falhou em fornecer uma lógica sólida para encerrá-lo. Em suas postagens no Twitter, Trump afirmou que o então Presidente Barack Obama “não tinha o direito legal” de lançar a DACA em 2012 através de decreto de lei.

“Entretanto, como ele pode ter o direito de assinar e eu não tenho o direito de assinar”, postou Trump. “Documento totalmente ilegal que realmente daria ao presidente novos poderes”.

O DACA protegeu da deportação cerca de 700 mil pessoas indocumentadas trazidas para os EUA quando crianças, um grupo que foi rotulado de “Dreamers”. O governo Trump decidiu encerrar o programa depois que o Texas e outros estados ameaçaram processar judicialmente para forçar seu fim. O então procurador-geral, Jeff Sessions, aconselhou o Departamento de Segurança Interna (DHS) de que o programa provavelmente era ilegal e que não poderia ser defendido.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend