Brasileiro teria consumido álcool e cocaína antes de acidente fatal

Foto16 Renan da Silva Brasileiro teria consumido álcool e cocaína antes de acidente fatal
Renan da Silva foi levado pela equipe de resgate ao Massachusetts General Hospital

Renan da Silva teve a fiança determinada em US$ 3 mil e será mantido em prisão domiciliar

O carpinteiro Renan da Silva, de 32 anos, morador em Saugus (MA), está sendo mantido em prisão domiciliar depois de supostamente consumir álcool e cocaína e dirigir intoxicado, provocando um acidente que resultou na morte de 1 pessoa. O veículo conduzido pelo brasileiro colidiu de frente com outro carro matando na hora Jakeuderm Bernadin, de 23 anos, residente em Somerville (MA), que estava no assento dianteiro do passageiro do veículo atingido. O impacto foi tão forte que a vítima foi encontrada pela equipe de resgate no assento traseiro. As informações são do jornal Boston Herald.

Silva alegou inocência com relação às acusações de homicídio veicular, dirigir intoxicado causando ferimentos graves, dirigir intoxicado, dirigir de forma negligente, entre outras. O incidente ocorreu no domingo (8), na cidade de Malden (MA).

O Juiz Benjamin Barnes determinou que Renan fosse mantido em prisão domiciliar sob a condição de que ele fosse submetido a exames de dependência química e entregasse o passaporte brasileiro. Além disso, ele foi proibido de entrar em contato com testemunhas.

Chorando, Silva foi acusado formalmente ainda no leito do Massachusetts General Hospital, para onde foi levado depois do acidente fatal. A fiança foi determinada em US$ 3 mil.

Aproximadamente à meia-noite de domingo (8), Renan dirigia sozinho o Infiniti FX35 ano 2009 ao longo da Lynn Street, no sentido norte, quando ele cruzou a faixa divisória e bateu de frente contra um Nissan Altima que transportava 2 pessoas. O impacto esmagou o painel e volante do veículo arremessando Bernadin no assento traseiro, matando-o instantaneamente, detalhou Nils Lundblad, promotor público assistente do Distrito de Middlesex. O motorista, que sobreviveu teve que ser retirado do carro atingido com o auxílio de serras elétricas.

As autoridades policiais informaram que o nível de álcool no sangue de Silva era de 0.19 e um teste de urina revelou a presença de cocaína no metabolismo dele, citaram os promotores públicos.

. Entenda o caso:

Na terça-feira (17), Renan da Silva, de 32 anos, morador em Saugus, Massachusetts, foi formalmente acusado de ser o culpado na colisão fatal que matou um homem de 23 anos. O acidente envolvendo os 2 veículos ocorreu na noite de 8 de julho, na cidade de Malden (MA). O brasileiro, acusado de dirigir intoxicado (OUI), permanece internado no hospital e comparecerá à audiência assim que receber alta médica. O tribunal onde ocorrerá a audiência preliminar ainda não foi divulgado, pois dependerá das condições físicas de Silva.

As informações são da Procuradora Pública Marian T. Ryan, da Procuradoria Distrital do Condado de Middlesex

A colisão ocorreu às 11:47 da noite na Lynn Street, informou a Procuradoria do Distrito de Middlesex. A investigação preliminar revelou que a Infinity FX35 2009, dirigido por Renan, trafegava no sentido norte em alta velocidade quando cruzou uma faixa dupla, atingindo o Nissan Altima 2008 que seguia no sentido sul.

Silva permaneceu no local do acidente e não sofreu ferimentos graves. O passageiro do Altima, Jakeuderm Bernadin, de 23 anos, morador em Somerville (MA), morreu no local.

O motorista de 27 anos do Altima, cujo nome não foi divulgado, sofreu ferimentos leves e foi levado a um hospital próximo para atendimento.

Renan foi acusado de homicídio veicular, dirigir intoxicado (OUI) causando graves lesões corporais, dirigir intoxicado, dirigir com negligência, dirigir sem carteira de motorista, dirigir veículo sem seguro e dirigir com registro revogado.

A Polícia Estadual, o Gabinete do Procurador Distrital do Condado de Middlesex e a Polícia de Malden continuam a investigação sobre a colisão.

 

 

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend