Sovaco da Cobra – 12 de Novembro

Algumas cantadas muito mal-sucedidas:

Homem: “A gente ja nao se encontrou antes?”
Mulher: “Sim, eu sou a recepcionista da clinica especializada em doencas venereas.”

Homem: “Sera que eu ja nao te vi em algum lugar?”
Mulher: “Ja, e e por isso que eu nao vou mais la.”

Homem: “Este lugar esta vago?”
Mulher: “Esta, e este aqui tambem vai ficar se voce se sentar ai.”

Homem: “E se a gente fosse la para casa?”
Mulher: “Nao sei… ha dois lugares numa lata de lixo?”

Homem: “A gente vai para a sua casa ou para a minha?”
Mulher: “Os dois. Voce vai para a sua casa e eu vou para a minha.”

Homem: “Eu queria te ligar. Qual e o seu telefone?”
Mulher: “Esta na lista.”
Homem: “Mas eu nao sei o seu nome.”
Mulher: “Tambem esta na lista.”

Homem: “Entao, o que voce faz da sua vida?”
Mulher: “Eu sou travesti.”

Homem: “Eu quero me dar a voce.”
Mulher: “Sinto muito, eu nao aceito esmola”

Homem: “Se eu pudesse te ver nua, eu morreria feliz.”
Mulher: “Pode ser. Se eu pudesse te ver nu, eu morreria de rir.”

Homem: “Eu irei ao fim do mundo por voce.”
Mulher: “Mas sera que voce vai saber ficar por la?”

O mineirinho

Porque o Juiz deve ouvir as duas partes.
Seu Zé, mineirinho, pensou bem e decidiu que os ferimentos que sofreu num acidente de trânsito eram sérios o suficiente para levar o dono do outro carro ao tribunal. No tribunal, o advogado do réu começou a inquirir seu Zé:
– O Senhor não disse na hora do acidente ‘Estou ótimo’?
E seu Zé responde:
– Bão, vô ti contá o que aconteceu. Eu tinha acabado di colocá minha mula favorita na caminhonete…
– Eu não pedi detalhes! – interrompeu o advogado. – Só responda à pergunta: O Senhor não disse na cena do acidente: ‘Estou ótimo’?
– Bão, eu coloquei a mula na caminhonete e tava descendo a rodovia…
O advogado interrompe novamente e diz:
– Meritíssimo, estou tentando estabelecer os fatos aqui. Na cena do acidente este homem disse ao patrulheiro rodoviário que estava bem.
Agora, várias semanas após o acidente ele está tentando processar meu cliente, e isso é uma fraude. Por favor, poderia dizer a ele que simplesmente responda à pergunta.
Mas, a essa altura, o Juiz estava muito interessado na resposta de seu Zé e disse ao advogado:
– Eu gostaria de ouvir o que ele tem a dizer.
Seu Zé agradeceu ao Juiz e prosseguiu:
– Como eu tava dizendo, coloquei a mula na caminhonete e tava descendo a Rodovia quando uma picape travessô o sinal vermeio e bateu na minha Caminhonete bem du lado. Eu fui lançado fora do carro prum lado da rodovia e a mula foi lançada pro outro lado. Eu tava muito ferido e não podia me movê. Mais eu podia ouvir a mula zurrano e grunhino e, pelo baruio, percebi que o estado dela era muito feio. Em seguida o patrulheiro rodoviário chegou. Ele ouviu a mula gritano e zurrano e foi até onde ela tava. Depois de dá uma oiada nela, ele pegou o revorve e atirou 3 vezes bem no meio dos ôio dela. Depois ele travessô a estrada com a arma na mão, oiô para mim e disse:
– Sua mula estava muito mal e eu tive que atirar nela. E, como o senhor está se sentindo?
– Aí eu pensei bem e falei: … Tô ótimo!

O Engessado

Certo dia, passando em frente ao Hospital, Zé avista um velho amigo, com a cara toda engessada, só com a boca de fora. Endagado pergunta:
– O, meu amigo, o que acontecera?
O amigo responde:
– Se lhe contar, você não vai acreditar. Ontem à noite, sofri um terrível acidente de carro, onde morreu minha sogra, minha esposa e meus dois cunhados que estavam comigo no carro!
Zé pergunta, novamente endagado:
– Mas e você, o que lhe aconteceu?
O amigo responde:
– NADA!
Então Zé pergunta:
– Porque a sua cara está toda engessada?
O amigo responde:
– O médico achou melhor, para mim não ficar dando risada no velório!

Sua empresa é assim?

Um bebê foi encontrado na porta de uma empresa ao amanhacer.
Ao tomar conhecimento do fato, o diretor emitiu a seguinte comunicação interna:

De: Diretor
Para: Recursos Humanos

Acusamos o recebimento de um recém nascido de origem desconhecida. Formem uma comissão para investigar:
a) se o recém nascido é produto doméstico da empresa;
b) se algum funcionário estava envolvido com o assunto.

Depois de um mês de investigação, a comissão enviou ao diretor a seguinte mensagem:

De: Comissão de Investigação
Para: Sr. Diretor

Depois de quatro semanas de investigação concluimos que o bebê NÃO PODE SER PRODUTO DESTA EMPRESA, pelos seguintes motivos:
a) Nada na nossa empresa foi feito com prazer e amor;
b) Na nossa empresa jamais duas pessoas colaboraram tão intimamente entre si;
c) Aqui nunca foi feito nada que tivesse pé nem cabeça;
d) Em nossa empresa jamais foi feita alguma coisa que ficasse pronta em nove meses.

Related posts

Comentários

Send this to a friend